Publicidade
Manaus
Manaus

Taxista é morto com um tiro na cabeça na Zona Centro-Sul de Manaus

O crime ocorreu no Conjunto João Bosco, Zona Centro-Sul de Manaus, segundo moradores o táxi ficou parado com som alto a tarde inteira 12/01/2014 às 16:56
Show 1
Raimar foi encontrado por policiais militares da 12ª Cicom, acionados por moradores do local
Adriano Silva Manaus (AM)

O taxista Raimar Vilhena de Lima, 40, foi encontrado morto no final da tarde de sábado (11) no Conjundo João Bosco, avenida Torquato Tapajós, Flores, Zona Centro-Sul.

Raimar foi encontrado por policiais militares da 12ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), acionados por moradores do local que suspeitaram do veículo parado com som alto por muitas horas.

Segundo a polícia, os moradores informaram que o taxi, modelo Grand Siena de placas NOQ-1182 estava parado próximo ao bloco “E” desde as 15h.

“Fomos acionados e nos deslocamos ao local para verificar a denúncia. Quando chegamos, realmente o som do carro estava muito alto e ao abrir a porta, nos deparamos com o corpo dele”, informou um policial que preferiu não se identificar.

Peritos da Polícia Civil e investigadores da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) estiveram no local coletando informações e realizando perícia no veículo.

A dona de casa Marlene Vilhena, 62, que é tia do taxista, informou que ficaram sabendo da morte do sobrinho às 21h.

“Nós estávamos saindo de casa para uma festa, quando minha sobrinha ligou dizendo que ele estava morto e já estava no IML. Entramos no carro e fomos direto pra lá, saber o que tinha acontecido”, disse.

Marlene disse também que Raimar trabalhava há mais de dez anos como taxista e que só trabalhava durante o dia.

“Ele não trabalhava a noite justamente por conta da falta de segurança. Ainda não sabemos o que aconteceu direito, mas a pessoa que fez isso, levou somente o celular dele”, explicou.

A dona de casa disse também que essa semana vai reunir os familiares e amigos de Raimar, para realizar uma manifestação pedindo paz e justiça.

“Vamos fazer cartazes, faixas, camisas e iremos pra frente da Secretaria de Segurança pedir justiça. Não queremos que outras famílias passem o que no ssa família está passando”, desabafou.

Marlene informou que o pai de Raimar está viajando e que estavam tentando um voo para Manaus.

“O pai dele está viajando com um dos filhos, já ficou sabendo do que aconteceu e passou mal. Eles estão tentando chegar para o enterro, mas não sei se vão conseguir”, declarou.

O corpo de Raimar foi velado na Funerária Cristo Rei, localizada na avenida Noel Nutels, Cidade Nova, Zona Norte e foi enterrado no final da tarde deste domingo (12) no Cemitério Parque Tarumã, bairro de mesmo nome, Zona Oeste da cidade.

O crime será investigado pela Delegacia de Homicídios e até o fechamento dessa edição, nenhum suspeito havia sido preso.

Números 

Em 2012 foram 14 taxistas assassinados. Em 2013 foram oito profissionais da categoria assassinados em Manaus.