Publicidade
Manaus
BUSCAS

'Temos esperança de encontrar o corpo', diz amigo de cantor desaparecido há 5 dias

A família do artista contratou por conta própria mergulhadores particulares para realizar as buscas no Rio Negro. Os detalhes do desaparecimento seguem sendo um mistério 19/10/2017 às 15:31 - Atualizado em 19/10/2017 às 19:33
Show cantor desaparecido
O Corpo de Bombeiros informou que reiniciou as buscas pelo cantor e empresário nesta quinta-feira (Foto: Danilo Alves)
Amanda Guimarães Manaus (AM)

A família do cantor e empresário Michael Lacerda, de 34 anos, que desapareceu no último domingo (15) durante passeio de lancha no Rio Negro, contratou serviços particulares para encontrar o jovem nas águas. Nesta quinta-feira (19), o Corpo de Bombeiros informou que as buscas foram reiniciadas por volta das 8h pelo quinto dia consecutivo.

Procurado pela reportagem, o amigo pessoal de Michael, Raimundo Nonato, 64, que trabalha com a família do rapaz há mais de 30 anos, afirmou que mergulhadores profissionais foram contratados. "O pai dele alugou uma lancha particular, os irmãos um helicóptero, mas até o momento não foi encontrado. Estamos sofrendo. Vi o Michael crescer e trabalhava com ele há muito tempo", disse o homem.

Os detalhes do desaparecimento do artista  seguem sendo um mistério para os familiares, amigos e autoridades. "Até o momento não sabemos realmente o que aconteceu. Ouvi algumas pessoas falarem que ele tinha caído na água, e outras relataram diferentes versões. Não sei em quem acreditar. Temos esperança de encontrar o corpo, mas não sabemos se ficou preso no fundo do rio ou foi comido por peixes", comentou.

Segundo Raimundo, a expectativa da família é receber a qualquer momento novidades sobre o paradeiro do rapaz. "Estamos desde domingo sem conseguir dormir direito. A esperança é a última que morre e queremos encontrar o corpo", destacou o rapaz.

Dificuldades na busca

O capitão do Corpo de Bombeiros, Janderson Lopes, informou que a correnteza e a profundidade do Rio Negro estão dificultando o trabalho da corporação. "A correnteza pode ter levado o corpo para alguma distância maior do que a prevista ou pode ter ficado agarrado em algo. Ainda pode ter sido atacado por animais. E, por causa disso, nem vir a boiar", completou.

No entanto, segundo Janderson, o Corpo de Bombeiros deve continuar as buscas apenas com as lanchas porque não há, conforme os procedimentos da corporação, a real necessidade de utilização do helicóptero pela corporação. "Não é viável utilizar esse recurso (o helicóptero) na situação em que foi o acidente. Nós fomos informados do local e como o ele desapareceu e era uma área de fácil acesso em um acidente que desde o início já apresentava indícios de que a vítima teria se afogado", explicou. 

De acordo com Janderson, utilizar um helicóptero para ter uma visão aérea também não seria eficaz. "Estamos procurando um corpo e esse corpo é mais fácil de ser localizado por quem está em lanchas e no mesmo nível da água. De cima, se o corpo estivesse em algum lugar, seria muito difícil de identificar considerando que não há vida, movimento que facilite a não confundir com coisas tipo troncos, lixo, animais".

Michael Lacerda começou a carreira como cantor há 15 anos e seu destaque foi como vocalista da banda ‘Tô à Toa, em 2007. 

LEIA MAIS

Buscas por cantor Michael Lacerda no Rio Negro seguem sem prazo para terminar

Pelo 4º dia consecutivo, buscas por cantor Michael Lacerda são reiniciadas no Rio Negro

Ex-integrante da 'Tô a Tôa' desaparece após cair de lancha na Manaus Moderna