Publicidade
Manaus
Gradis danificados

Com grades danificadas, pedestres realizam travessias arriscadas entre os veículos

Cenas são registradas nas avenidas Darcy Vargas e Coronel Teixeira, onde parte da grade está danificada e a população aproveita para 'economizar tempo' mesmo tendo ciência dos riscos que corre 19/04/2016 às 04:20
Silane Souza Manaus (AM)

Não tem jeito! Basta uma “brecha” no gradil de proteção instalado em canteiro central de avenidas, onde há shoppings centers, para que os pedestres deixem de atravessar na passarela, em segurança, para realizar travessias arriscadas entre os veículos. Isso acontece atualmente nas vias Darcy Vargas, Zona Centro-Sul, e Coronel Teixeira, Zona Oeste. Em ambos os locais, parte da grade está danificada e a população aproveita para “economizar tempo” mesmo tendo ciência dos riscos que corre.

Na avenida Darcy Vargas, nas proximidades do Amazonas Shopping, há mais de uma semana o gradil está com quase 15 metros sem proteção, numa área que fica bem embaixo da passarela. Quase todas as pessoas que descem dos ônibus arriscam suas vidas atravessando a via movimentada. “Eu faço isso para economizar tempo porque a passarela tem muitas voltas. O ideal seria que colocassem uma faixa de pedestre com sinalização”, afirmou o vendedor Marcelo da Silva, 24.

A administradora Paula Vieira, 28, afirma que desde a última semana não atravessa a avenida pela passarela por conta do “buraco” no gradil. Conforme ela, tanto para economizar tempo quanto por segurança. “Até atravessar toda a passarela daria tempo de ir à faculdade e voltar. Fora isso, tem muita gente, principalmente de manhã, que dorme na passarela e acaba sendo perigoso atravessá-la sozinha. Aliás, o problema das passarelas é justamente a falta de segurança”, destacou.

O gradil de proteção em frente ao Shopping Ponta Negra, na avenida Coronel Teixeira, também se encontra danificado. São quase 10 metros sem a grade de proteção. Mas como há no local guard-rail – defensas metálicas que funcionam como uma proteção para os motoristas – fica mais difícil a travessia de pedestre. “É muito complicado atravessar com essa proteção de metal, mas de vez em quando sempre tem alguém que pula ou passa por baixo”, disse a vendedora Aline bezerra, 20.

A Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), responsável por fazer o reparo nos gradis de proteção, informou que vai verificar a situação atual desses gradis citado pela reportagem para realizar a manutenção.

Conforme a Seminf, em janeiro desse ano, a secretaria realizou manutenção no gradil de proteção instalado no canteiro central da avenida Darcy Vargas. “A pasta sempre realiza manutenção nesses pontos apontados na demanda. No entanto, e infelizmente, esses gradis são alvo constante de vandalismo dos próprios pedestres”, apontou em nota. 

Ainda de acordo com a Secretaria Municipal de Infraestrutura, o objetivo dessas telas/proteção é levar os pedestres a usarem as passarelas e garantir total segurança da travessia nessas áreas. Nas duas vias - Darcy Vargas e Coronel Teixeira - existem passarelas que atendem aos pedestres.