Publicidade
Manaus
Manaus

Testes rápidos para ampliar diagnósticos da Sífilis Congênita

Secretaria Municipal de Saúde promete ampliar diagnósticos de sífilis congênita para permitir tratamento para mães e bebês 24/10/2012 às 08:21
Show 1
Exames, como o de ultrassonografia nas grávidas, realizados pela Rede Cegonha serão fundamentais para o diagnóstico preventivo da sífilis congênita
ANA CELIA OSSAME Manaus

Apesar do índice de Sífilis Congênita ser considerado elevado em Manaus, a cidade ainda deverá registrar um aumento do número de casos após a implantação a Rede Cegonha, em parceria com Governo Federal. Esta rede oferecerá testes rápidos na primeira consulta do bebê na rede de saúde. Só até o mês de setembro deste ano, foram diagnosticados 66 casos de Sífilis Congênita, conta 103 de todo o ano passado na capital. Essa Sífilis é a transmitida de mãe para o filho. Em mães, foram 127 casos este ano contra 182 em todo o ano passado, revelou a gerente municipal de Ações de DST/Aids e Hepatites da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), Ana Carolina Leão.

No Brasil, houve um aumento de 34% no número de crianças de até um ano de idade diagnosticadas com a doença entre 2010 e 2011, segundo dados do Ministério da Saúde (MS). O aumento, no entanto, não reflete o avanço da doença, mas o crescimento na identificação dos casos, antes subnotificados, destaca o órgão.

(A íntegra deste conteúdo está disponível para assinantes digitais ou na versão impressa).