Publicidade
Manaus
ALTERNATIVO

Trabalhadores de ônibus Alternativo fecham av. Brasil em protesto por licitação

Eles queimaram pneus e fecharam a frente da sede da Prefeitura de Manaus pedindo a regularização de trabalhadores da categoria. Trânsito ficou congestionado 28/02/2018 às 13:02 - Atualizado em 28/02/2018 às 13:18
Show manifesta  o prefe 3
Foto: Euzivaldo Queiroz
acritica.com Manaus (AM)

Trabalhadores de ônibus Alternativo queimaram pneus e interditaram um trecho da avenida Brasil, no bairro Compensa, Zona Oeste da cidade, em frente à sede da Prefeitura de Manaus, na manhã desta quarta-feira (28) durante uma manifestação no local. Eles pediam a revogação do cancelamento de uma licitação da categoria. O trânsito ficou congestionado.

Segundo os trabalhadores, a Prefeitura de Manaus cancelou uma licitação de 2014 que havia habilitado parte deles para atuar nas ruas da cidade. Como o processo licitatório foi cancelado, eles ficaram impedidos de trabalhar.

De acordo com o motorista Neridal Nascimento, os trabalhadores presentes na manifestação foram aprovadas em todos os trâmites da licitação de 2014, mas não trabalham porque o processo licitatório não foi implementado, segundo ele. Os motoristas e cobradores querem que o prefeito de Manaus, Arthur Neto, revogue o cancelamento e implemente a licitação.

Os trabalhadores exigiam no local diálogo com a Prefeitura de Manaus para tentar uma regularização da categoria. Até a publicação desta matéria, a Prefeitura de Manaus não havia se posicionado sobre o ato em frente à sede do órgão.

*Com informações do repórter Emanoel Cardoso, da TV A Crítica

Publicidade
Publicidade