Publicidade
Manaus
Manaus

Tradição de malhação do Judas permanece forte nos bairros de Manaus

A equipe de reportagem localizou em vários pontos da cidade o boneco que representa o apóstolo traidor de Cristo 07/04/2012 às 12:39
Show 1
Em Petrópolis, o Judas foi colocado na rua Benjamin Constant
Ana Carolina Barbosa e Felipe de Paula Manaus

No sábado de aleluia, que no calendário católico representa o último dia da Semana Santa - ocasião que marca a entrada de Jesus em Jerusalém e termina com sua ressurreição, no domingo de Páscoa - também ocorre, tradicionalmente, a malhação de Judas Iscariotes, um dos 12 apóstolos o qual, segundo a história bíblica, entrega Jesus Cristo aos seus capturadores ao preço de 30 moedas de prata.

Mas, na prática, o que ocorre nas cidades brasileiras, a exemplo de Manaus, é a união de moradores de bairros próximos ou de apenas um bairro para malhar o traidor, que tem a figura representada, geralmente, por um boneco de pano feito de forma artesanal, e sempre acaba em diversão, tanto para adultos como para as crianças, que estão começando a conhecer a religião.

Em Manaus, a reportagem de acrítica.com localizou quatro pontos onde os bonecos, mesmo debaixo de chuva, foram pendurados e lá permaneceram por horas. Alguns ainda permanecerão içados por todo o dia.

Na rua Duque de Caxias, Praça 14 , Zona Sul de Manaus, além da malhação, os moradores promoveram um concurso para eleger uma personalidade da rua que se vestiria de Judas, representando a história do apóstolo, a exemplo do que ocorre há nove anos na comunidade.

Contudo, três pessoas foram selecionadas e se vestiram com roupas usadas, em bom estado de conservação, as quais serão doadas em seguida a pessoas carentes. O evento é feito em prol da união da comunidade e também para celebrar com antecipação a Páscoa.

Outros locais onde a reportagem localizou a figura simbólica foram: Aparecida (ruas Luiz Antony e Alexandre Amorim) e em Petrópolis (rua Benjamin Constant), Zona Sul.