Publicidade
Manaus
Manaus

TRE-AM divulga balanço parcial das eleições 2012

Dados como o número de ocorrências registradas durante o primeiro turno das eleições e as prisões realizadas em flagrante foram divulgados pelo presidente do TRE-AM, desembargador Flávio Pascarelli 07/10/2012 às 22:06
Show 1
TRE-AM divulga balanço parcial das eleições 2012
Ana Carolina Barbosa Manaus

A 15 minutos do fim do primeiro turno das eleições 2012, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM) informou que contabilizou, hoje, 182 ocorrências de crimes eleitorais dos mais diversos tipos, a maioria delas relacionada aos crimes de corrupção eleitoral e boca de urna, informou o presidente do órgão, desembargador Flávio Pascarelli. A previsão, de acordo com ele, é que às 18h deste domingo, o resultado do pleito na capital esteja disponível à população.

Pascarelli classificou esta como  a eleição mais tranquila do Estado do Amazonas. De acordo com ele, os primeiros dados sobre apuração devem ser divulgado às 17h45. Pascarelli disse, ainda, que das 6608 urnas do Amazonas, apenas 18 tiveram que ser substituídas – 7 na capital e 8 no interior, cerca de 0,3% do total, abaixo dos 10% estimados antes do pleito.

Na avaliação dele, “estamos encerrando o primeiro turno das eleições e acredito que com absoluta tranquilidade”.

De acordo com a corregedora e vice-presidente do TRE-AM, desembargadora Socorro Guedes, ontem, foram registradas 87 denúncias de crimes eleitorais em todo Estado. Ela comentou que hoje entrou em contato com os representantes das zonas eleitorais localizadas nos municípios do interior para apurar se tudo ocorria dentro da tranquilidade e, após a constatação, reafirmou que a votação ocorreu dentro do esperado nas 13 zonas da capital e nas 57 distribuídas no restante do estado.

Prisões

Pascarelli informou, ainda, que 23 ocorrências foram registradas pelo Centro de Operações Integradas de Segurança (CIOPS), resultando em 13 prisões em Manaus, oito delas em flagrante durante a prática de corrupção eleitoral. Além disso, a Polícia Federal (PF) realizou outras sete prisões em flagrante por corrupção eleitoral no estado só hoje. Em Tefé, foram contabilizadas 15 prisões pelo mesmo motivo e em Lábrea, outras 12, a maioria relacionada à boca de urna.

"Como é do conhecimento dos senhores, estabelecemos o mapa da violência eleitoral e tivemos o cuidado de ir a todos os municípios conversar com as polícias locais, fizemos contatos com a Polícia Militar e Federal e Marinha. Tudo para garantir a segurança durante o pleito”, assegurou o presidente do TRE-AM.