Publicidade
Manaus
Manaus

TRE rejeita duas candidaturas no interior do Amazonas

Dois candidatos a prefeito de São Gabriel da Cachoeira e Tabatinga terão que recorrer ao TRE-AM para poder disputar à eleição 26/07/2012 às 07:48
Show 1
Joel Lima concorre em Tabatinga e Antônio Campelo, em São Gabriel
Mariana Lima Manaus

Dos 230 candidatos a prefeito do Amazonas, registrados pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM), dois já tiveram suas candidaturas rejeitadas pelos juízes eleitorais. Os candidatos concorrem ao cargo nos municípios de São Gabriel da Cachoeira e Tabatinga.

Candidato a prefeito de Tabatinga, o comerciante Joel dos Santos Lima (PMDB) foi um dos prefeituráveis que tiveram a candidatura rejeitada. Joel declarou apenas um bem à Justiça Eleitoral, no valor de R$ 120 mil, localizado no  município. A candidata a vice-prefeito da chapa de Joel, a comerciante, Ivaneide de Lima Barbosa (PMDB) também foi julgada como inapta pelo juiz eleitoral do município. Nos dois casos, cabem recursos ao TRE-AM.

Outros cinco candidatos querem  disputar a prefeitura de Tabatinga. Dois deles, Francisco Balieiro (PC do B) e Jorge Barbosa (PTN) já foram julgados e considerados aptos a concorrer às eleições. Os outros três, ainda não foram julgados.

O juiz eleitoral de São Gabriel da Cachoeira também rejeitou uma das candidaturas a prefeito. O candidato Antônio da Silva Campelo (PT do B) teve a candidatura negada juntamente com o seu vice, o professor Antenor Araújo Viana (PT do B).  Antônio registrou como bem pessoal apenas um galpão no valor de R$ 100. Eles também podem recorrer.

Em São Gabriel da Cachoeira outros oito candidatos concorrem à eleição. Quatro deles já foram julgados e considerados  aptos para serem votados: Geraldo Ferreira (PTC), José Benedito (PRTB), Pedro Garcia (PT) e Gilberto Martins (PSDB).

Dos 6.968 candidatos a vereadores em todo o Estado, 61 registros foram rejeitados. O município que, até o momento, registrou o maior número de pedidos reprovados foi Manaus, com 14 rejeições.

O segundo município em números de candidaturas a vereador rejeitadas foi Nhamundá, com oito registros. Seguido de São Gabriel da Cachoeira e Japurá, com sete candidatos inaptos.

Maraã registrou seis candidatos a vereador inaptos. Canutama, Itapiranga e Pauini possuem quatro candidaturas nessas condições. Em Parintins, apenas três candidatos não foram considerados aptos. Em Iranduba e Tabatinga, foram dois.

Todos os candidatos rejeitados podem ainda entrar com recurso junto ao TRE-AM. Os juízes eleitorais têm até o dia 5 agosto para julgar os demais registros.