Publicidade
Manaus
Manaus

Três mil ocorrências envolvendo menores foram registradas em 2012 em Manaus

Ontem à noite um adolescente de 17 anos foi apreendido pela PM acusado de participação no roubo de um veículo no Centro de Manaus 20/03/2013 às 15:39
Show 1
Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (DEAAI)
acritica.com Manaus

Nas últimas 48 horas, pelo menos 12 adolescentes foram apreendidos pela Polícia Militar nas ruas de Manaus por suspeita de tráfico de drogas e roubo. Destacam-se nesses registros o crescimento da presença feminina. Em todo o ano de 2012, a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) aponta que foram registradas nas delegacias da Polícia Civil da capital 3 mil ocorrências de atos infracionais praticados por crianças e adolescentes, em que o consumo e o tráfico de entorpecentes e os roubos respondem por 50% dos casos.

Ontem à noite um adolescente de 17 anos foi apreendido pela PM acusado de participação no roubo de um veículo no Centro de Manaus. Ele estava com mais três homens que conseguiram fugir depois de perseguição policial. Houve troca de tiros e o adolescente foi detido no bairro Coroado, na zona Leste, e depois encaminhado para Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (DEAAI).

Na madrugada do dia 19, duas meninas, de 14 e 16 anos, vendiam droga em rua do bairro Novo Aleixo, na zona Norte. Flagradas pelos policiais do programa Ronda no Bairro, elas portavam várias porções de oxi, pasta-base de cocaína, maconha e uma balança para pesagem dos papelotes, além de estar com R$ 1.250,50 em espécie, possivelmente resultado da venda de droga. As adolescentes foram encaminhadas inicialmente ao 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

Um adolescente de 16 anos, às 10h30 de segunda-feira (18) trafegava em uma motocicleta de 250 cilindradas, com restrição de roubo. Ao ser abordado por policiais das motocicletas do Ronda no Bairro/3ª Cicom, demonstrando muito nervosismo, o adolescente foi flagrado com nada menos do que 90 porções de pasta-base de cocaína, aparentemente.

O secretário de Segurança Pública, coronel PM Paulo Roberto Vital, usa essas ocorrências para fazer um alerta aos pais e responsáveis pelos adolescentes, para que cuidem melhor dos seus filhos, procurando saber onde e com quem andam. “Das mais de três mil ocorrências de atos infracionais registradas em 2012, em quase 90% há a presença de jovens de 12 até 18 anos incompletos, sendo 75% destes do sexo masculino. Apelo mais uma vez às famílias para que evitem que seus filhos fiquem pela noite-madrugada em má companhia. Um menor de idade na rua depois das 22 horas é vítima potencial do tráfico e outras práticas ilícitas. Não deixem que um traficante os adote”, disse o secretário.

Vital disse que o Governo do Estado investe em programas sociais no âmbito da Segurança Pública para oferecer alternativas aos jovens, evitando que descambem para o mundo do crime. “Digo isso porque, enquanto responsável pela segurança da coletividade, é meu papel retirar do convívio social aqueles que infringem a lei e prejudicam o direito alheio. E não nos traz nenhuma satisfação ver tantos jovens apreendidos todo dia pela nossa polícia”, afirmou o secretário.

Os programas sociais Jovem Cidadão, Previne, Proerd, Pró-Vida, Formando Cidadão e Galera Nota 10 acolhem diariamente milhares de crianças e adolescentes para participar de atividades esportivas, educacionais, profissionalizantes e de lazer, funcionando como ferramenta de prevenção ao crime e de defesa social, de acordo com o coronel Vital.

Com informações da assessoria da SSP.