Publicidade
Manaus
Debate

UEA promove II Mostra de Direitos Humanos LGBT em Manaus e Pres. Figueiredo

O evento, que ocorrerá de 16 a 21 de maio na capital e no dia 20 em Presidente Figueiredo, faz alusão ao dia internacional de enfrentamento a LGBT Fobia e conta com debates, obras cênicas, mostra acadêmica, oficinas e fotografias 14/05/2016 às 14:43
Show 3cc1c006 7451 41ef 8857 387db7845b74
(Foto: Divulgação)
ACRITICA.COM

O Diretório Central dos Estudantes (DCE), da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), em parceira com o Fórum LGBT, promove a II Mostra de Direitos Humanos LGBT, na próxima semana, em Manaus e em Presidente Figueiredo.

O evento ocorrerá entre os dias 16 a 21 de maio em Manaus e, no dia 20, no município de Presidente Figueiredo. A Mostra faz parte das comemorações do dia internacional de enfrentamento a LGBT Fobia e conta com debates, obras cênicas, mostra acadêmica, oficinas e fotografias da causa.

A abertura da Mostra ocorrerá, a partir das 19h da próxima segunda-feira (19), no Cine Teatro do Centro de Convivência do Idoso, localizado rua Wilkens de Matos, S/N - Aparecida. Em 2016, o evento acontecerá na Escola Superior de Arte e Turismo (Esat), Escola Superior de Ciências Sociais (ESO) e Escola Normal Superior (ENS). Em Presidente Figueiredo, a ação também será realizada no Núcleo de Ensino Superior de Presidente Figueiredo, da UEA.

A Mostra contará com as parcerias do Fórum LGBT AM, Grêmio Estudantil do IFAM Zona Leste (Chico Mendes), Liga das minorias, Coletivo Sombras, Coletivo Akasha, Ateliê 23 Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania, Centro de Referencia em Direitos Humanos Adamor Guedes, União da Juventude Socialista, Rede Nacional de Adolescentes e Jovens Vivendo com HIV e AIDS ­ Amazonas, Associação Amazonense de Mulheres Independentes Pela Livre Expressão Sexual LBL Amazonas.

Para um dos coordenadores do projeto, Fran Marthins, o festival é de extrema importância para a polução LGBT. “A população LGBT sofre por uma demanda de um evento que seja político que de fato trabalhe a causa social”, disse.

*Com informações da assessoria de imprensa