Publicidade
Manaus
MESTRADOS

Ufam vai recorrer contra possível saída de cursos avaliados como 'fracos'

Segundo a universidade, a Capes vai reavaliar os cursos em 2018 após apreciação dos recursos interpostos pela Ufam 21/09/2017 às 19:49 - Atualizado em 21/09/2017 às 19:54
Show capes
Foto: Arquivo/AC
acritica.com Manaus (AM)

A Universidade Federal do Amazonas (Ufam) se pronunciou sobre o possível cancelamento de seis cursos de mestrado oferecidos na instituição por estarem abaixo da nota mínima exigida pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Segundo nota emitida pela Ufam, os cursos figuram como “não recomendados, o que não significa que eles serão cancelados". A universidade disse ainda que vai recorrer do resultado preliminar.

De acordo com a Ufam, dos “54 cursos de pós-graduação, somente seis obtiveram nota 2”. Conforme relatório da Capes, as notas podem resultar no descredenciamento do Sistema Nacional de Pós-Graduação (SNPG), pois eles não atendem os padrões mínimos de qualidade.

Apesar disso, a Ufam informou que isso não significa que os cursos serão cancelados. Em nota, a instituição destacou que a primeira medida é analisar as as fichas de avaliação e traçar um planejamento estratégico com o objetivo de sanear as possíveis falhas. “A Capes deverá reavaliar esses cursos em 2018, após apreciação dos recursos interpostos pela Universidade”, explicou.

A Ufam também declarou que trabalhará na melhoria contínua dos conceitos dos cursos alinhada ao Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI), por meio do Programa de Apoio à Consolidação e ao Avanço da Qualidade da Pós-Graduação (PAC-PG). “Aumentar o número de publicações em periódicos e as participações em eventos, além de fortalecer as relações interinstitucionais e internacionais, estão entre as principais estratégias”.