Publicidade
Manaus
Manaus

Um dos eventos mais tradicionais de Manaus, Carnaboi tem início com público de 150 mil pessoas

A festa abre a “Temporada Bovina”, cujo calendário inclui o Bar do Boi (Caprichoso) e o Curral do Garantido, em março; o Festival de Parintins, em junho; e o Boi Manaus, em outubro, em comemoração ao aniversário da capital 20/02/2012 às 23:19
Show 1
A festa começo animada no primeiro dia de Carnaboi, com milhares de pessoas presentes
Ana Carolina Barbosa Manaus

Cerca de 150 mil pessoas devem passar pelo Centro de Convenções (Sambódromo – avenida Pedro Teixeira, Dom Pedro, Zona Centro-Oeste) durante as oito horas de festa do primeiro dia do Carnaboi 2012, um dos mais tradicionais eventos do Estado que sucede a festa de Momo. A festa, que tem duração de dois dias, está na sua 11ª edição e começou às 8h desta segunda-feira, com previsão de término às 4h de amanhã. A expectativa total de público é de 300 mil foliões, 100 mil a mais que no ano passado, segundo a Secretaria de Estado da Cultura (SEC).

A festa abre a “Temporada Bovina”, cujo calendário inclui o Bar do Boi (Caprichoso) e o Curral do Garantido, em março; o Festival de Parintins, em junho; e o Boi Manaus, em outubro, em comemoração ao aniversário da capital.

O Carnaboi também vem como uma espécie de complemento do Carnaval para quem ainda está em clima de folia.

A primeiro das 24 atrações a se apresentar foi o cantor e levantador de toadas Tony Medeiros. Também ocuparam os trios elétricos na Avenida do Samba os seguintes artistas: Gaspar Medeiros, Junior Paulain, Rafael Jr, Marujada, Tuãn, Klinger Araújo, Kamaiurá, Arlindo Jr, Carlinho do Boi e Edilson Santana. Fechando a noite se apresentará o Boi Bumbá Corre Campo.

Na terça-feira (22) quem faz a festa nos trios elétricos são: Márcio do Boi, Batucada, Canto da Mata, Israel Paulain, David Assayag, Sebastião Jr., Boi Bumbá Brilhante, Hamiraldo da Mata, Carrapicho, Renato Freitas, Boi Garanhão e Prince do Boi. No primeiro e segundo dias o evento inicia às 20h e 20h45, respectivamente, e adentra a madrugada.

Público e geração de emprego

O aumento do público se deu em função do sucesso do Shopping do Tururi (ou abadas), uma espécie de ensaio para o Carnaboi, que teve a duração de 12 dias (entre os dias 7 e 19 deste mês) no Largo do Mestre Chico, na Manaus Moderna, Centro de Manaus, explica o secretário de Estado da Cultura, Robério Braga.

De acordo com ele, cerca de 350 artistas, entre dançarinos, atrações contratadas e convidados, participarão dos dois dias do evento, que deve gerar 3,5 mil empregos diretos e indiretos. “Só no serviço público são cerca de 2 mil pessoas, mas 800 no setor privado. Cada emprego direto gera cerca de quatro indiretos”, destacou.

Ele lembrou, ainda, que o sucesso do Carnaboi se deve ao fato de o público amazonense estar habituado às toadas, ritmo ligado ao folclore amazonense, tendo em vista o Festival de Parintins (a 370 quilômetros de Manaus via fluvial), que acontece uma vez ao ano, bem como o também o Festival Folclórico de Manaus. “Além disso, o ritmo é mais contagiante para o amazonense do que o Carnaval. Até porque, no Carnaval, são milhares de pessoas assistindo. Já no Boi, elas brincam”, comentou.

Para o fanático pelo Boi Caprichoso, Paulo Rocha da Sailva, 26, participar do evento todos os anos é um privilégio, já que nem sempre ele tem condições financeiras de ir a Parintins ver o boi do coração de perto. “Tento sempre participar dos eventos em Manaus e, sempre que dá, vou a Parintins, mas a última vez que fui foi há três anos, então, mato a saudade aqui no Carnaboi mesmo”, explicou.

A estudante de psicologia, Cláudia Matos, 22, diz que, além de relembrar as toadas que vem ouvindo desde criança, o Carnaboi é uma oportunidade de aprender novas coreografias. “As do ano passado, por exemplo, não cheguei a aprender todas, mas aqui eu tento acompanhar os dançarinos dos bois”, explicou. Ela comprou seu tururi no último dia do Shopping do Tururi e disse se sentir aliviada por poder ficar na pista e mais próximas dos ídolos levantadores.

O segundo dia de Carnaboi será nesta terça-feira, iniciando às 10h30 e terminando às 4h10. As arquibancadas no Sambódromo terão acesso gratuito. Contudo, para acompanhar os trios elétricos na passarela do samba é preciso vestir o tururí, conhecido em outros estados brasileiros como abadá, e que pôde ser adquirido no Shopping do Tururí, evento paralelo que aconteceu até o último domingo.

Cerca de 1,5 mil policiais militares e 80 homens do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas fazem a segurança dos foliões, que contam, ainda, com a instalação de um posto médico nas dependências do Sambódromo. Veja a galeria de fotos.