Publicidade
Manaus
Manaus

Urbanitários realizam ato público em frente a Amazonas Energia

Aproximadamente 80 pessoas participaram do ato público contra a medida provisória do Governo Federal 03/12/2012 às 09:47
Show 1
Diretores do sindicato e o presidente José Alberto Borges, conversam com representantes da empresa
Bruna Souza Manaus, Am

Membros do Sindicato dos Urbanitários do Amazonas realizaram em frente à sede da empresa Eletrobrás Amazonas Energia, localizada na avenida Sete de Setembro, bairro Cachoeirinha, Zona Sul, um ato público contra a medida provisória 579 do Governo Federal, que prevê mudanças no setor elétrico, na manhã desta segunda-feira (3).

Aproximadamente 80 pessoas aguardam parecer da discussão que está sendo realizada no Congresso Nacional. Segundo o presidente do sindicato, José Alberto Borges, a categoria vem lutando há anos para que mudanças no setor sejam realizadas e os protestos são referentes a alguns dos itens descritos na medida, como: a redução dos fundos de do desenvolvimento do setor, a diminuição do reembolso ao serviço público referente a Conta de Consumo de Combustíveis (CCC) e principalmente o número de desemprego desencadeado pela terceirização do setor.

A medida visa também retirar das empresas de energia encargos recolhidos, o que dificulta o investimento na capacidade de gerenciamento. A revisão tarifária com diminuição de 16,2% para o consumidor comum, 19,4% para o consumidor comercial e 28% para o industriário, também pode colaborar para demissões no setor energético.

A reivindicação é de nível nacional e o sindicato que representa a categoria no estado pretende repetir o protesto na próxima sexta-feira (7), em frente a sede 02 da concessionária de energia.