Publicidade
Manaus
Manaus

Usuários reclamam da qualidade do serviço das balsas no Porto da Ceasa, em Manaus

Nesta sexta-feira (20), houve discussões entre os usuários por conta de alguns passageiros não respeitarem a ordem de chegada e "furarem" a fila 20/04/2012 às 21:40
Show 1
Porto da Ceasa em dias de fila
Marlen Lima Manaus

Durante o dia a fiscalização no Porto da Ceasa, no Distrito Industrial, zona Sul de Manaus, a Superintendência Estadual de Navegação, Portos e Hidrovias (SENPH) informa, por meio da sua assessoria, que até consegue administrar com mais prontidão os reclames dos usuários das balsas, que se queixam de pessoas que furam a fila, e a demora na hora da travessia para o Careiro.

Porém, quando passa das 18horas, em que a fiscalização diminui devido ao fim do expediente, permanecendo no local apenas um fiscal da SENPH, o tumulto na organização da fila de veículos tende a acontecer.

Nesta sexta-feira (20), já passava das 20horas, quando houve algumas discussões entre os usuários por conta de alguns passageiros não respeitarem a ordem de chegada e "furarem" a fila. O que segundo Selma de Oliveira, moradora do Zumbi II, zona Leste, que estava com o seu pai, Sebastião de Oliveira, 75, aconteceu um "fura fila", "e tendo a conivência da filha do dono de uma balsa, a do seu Barroso, a Priscila, que deixou um carro passar na nossa frente, e mesmo tendo sido avisada pelo fiscal da SENPH, que seria autuada se insistisse em manter o veículo na balsa, ela nem se importou, e isso é um abuso", revela ela.

Selma ligou para o Portal acritica.com, para fazer o seu reclame, informando que iria até registrar um Boletim de Ocorrência (BO) na delegacia, para que isto possa servir como forma do Ministério Público acolha o pedido dela e de outros usuários, em forma de um baixo assinado que seria produzido e entregue as autoridades, para que a travessia seja feita por balsas, mas, não mais de forma privatizada, "e passe para o governo, que assim poderemos ser mais respeitados, porque sempre isso acontece aqui, no Porto da Ceasa, em que os donos das balsas fazem o que querem".

O fiscal Clueci Araújo, da SENPH, estava trabalhando nesta sexta-feira, chegou a notificar a balsa do Barroso, por não obedecer ao pedido que um veículo fosse retirado por ter "furado a fila".

Segundo o assessoria da SENPH, o caso será investigado e em caso de comprovação de algum ato infracionário, e tendo ainda a pariticpação de um dono de balsa, este pode sofrer as devidas penalidades, podendo até ter o serviço suspenso por um período.