Publicidade
Manaus
Manaus

Vanessa Grazziotin ataca Arthur Neto após eleição em Manaus

Ela classificou a campanha no primeiro turno como “extremamente difícil” e garantiu que pretende procurar o mais breve possível os demais candidatos derrotados no primeiro turno para “conversar” 07/10/2012 às 20:37
Show 1
Vanessa Grazziotin antes de votar em Manaus
Ana Carolina Barbosa e Augusto Costa Manaus

Embora tenha obtido um percentual de votos válidos (19,95%) inferior ao que as últimas pesquisas apontavam, a segunda colocada no primeiro turno da eleição para a Prefeitura de Manaus, Vanessa Grazziotin (PCdoB), se mostrou confiante por ter chegado ao segundo turno e aproveitou seu primeiro pronunciamento após o pleito para atacar o adversário e primeiro colocado (com 40,55% dos votos), Arthur Virgílio (PSDB).

Vanessa teve um total de 189.861 votos e o adversário, 385.855, 103% a mais que a comunista. Ela classificou a campanha no primeiro turno como “extremamente difícil” e garantiu que pretende procurar o mais breve possível os demais candidatos derrotados no primeiro turno para “conversar” e buscar apoio para o segundo turno da eleição municipal.

Vanessa aproveitou a oportunidade para, mais uma vez, insinuar que Arthur está recebendo apoio do atual prefeito Amazonino Mendes (PDT), a quem ela criticou citando os problemas que Manaus enfrente na atualidade, a exemplo da falta de abastecimento de água em alguns bairros da capital.

De acordo com a comunista, agora, os eleitores terão duas propostas para a cidade: a primeira, a dela, que busca a renovação, e a segunda, a do adversário, que representa a continuidade da atual administração.

Ainda sobre apoio, ela disse que conversará com a presidente Dilma Rousseff (PT), a qual a apóia em Manaus, para avaliar a possibilidade da vinda da petista à capital durante a campanha para o segundo turno das eleições. Contudo, ela disse que ainda é cedo para citar datas.

Vanessa comentou que falou com o governador Omar Aziz (PSD) e com o senador Eduardo Braga (PMDB) - os quais também apóiam sua candidatura - após a votação e garantiu que ambos se mostraram satisfeitos com a chegada dela ao segundo turno. Sobre o percentual de votos, ela avaliou como bom, uma vez que, segundo a comunista, há candidatos com mais apoio que não conseguem chegar ao segundo turno.