Publicidade
Manaus
Estimativa vendas comércio

Vendas para o Dia das Crianças devem apresentar pequeno crescimento

A estimativa é da Câmara de Dirigentes Lojistas de Manaus (CDLM) 03/10/2012 às 08:21
Show 1
Lojistas esperam avanço nas vendas do Dia das Crianças, considerada a melhor data festiva depois do Natal e do Dia das Mães
ACRÍTICA ---

O presidente da CDLM, Ralph Assayag, a expectativa de vendas neste Dia das Crianças terá um ritmo tímido: 3% de avanço. “O que nos preocupa é que na pesquisa de intenção de compras os consumidores informaram que vão comprar itens de vestuário para as crianças”, explicou.

O ramo de confecção oferece aos pais opção de presente além dos brinquedos. No Centro de Manaus, na loja E & D Confecção, na rua Epaminondas, há camisetas para crianças e pré-adolescentes a partir de R$ 6 e R$ 8 e bermudas a partir de R$ 8. Vestidos de festa ao valor de R$ 45 e conjunto feminino por R$ 12.

 Na loja B Modas, os vestidos para crianças custam de R$ 55 a R$ 120, os de festa. Na PoinL.com camisetas para garotos custam a partir de R$ 15 e bermudas saem por R$ 20.

Ao contrário das previsões da CDLM, a Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop) está mais otimista quanto à data, prevendo um crescimento de 14% nas vendas neste Dia das Crianças.

A previsão está acima da projetada no ano passado, que foi de 9%, na comparação com 2010. De acordo com a associação, cerca de 65% de todo o faturamento anual se concentra no período, que reúne as duas melhores datas para as fábricas e o varejo de brinquedos – o Dia das Crianças, com 35% do total, e o Natal, com 30% das vendas.

 Ipem

Nessa terça-feira (02), o Instituto de Pesos e Medidas (Ipem-AM), deu inicio a “Operação Especial Dia das Crianças” com foco nos brinquedos. No primeiro dia da ação, cerca de cem estabelecimentos foram fiscalizados. Foi verificado se os brinquedos continham o selo Inmetro e o cumprimento das especificações exigidas pela lei.

 Dos brinquedos fiscalizados, apenas uma irregularidade foi detectada. O problema foi em 22 bolas de silicone com minilâmpadas de LED sem certificação do produto. O proprietário do estabelecimento foi notificado, recebendo um prazo um prazo de dez dias para apresentar defesa junto ao Ipem-AM.