Publicidade
Manaus
Manaus

Vereador quer explicações sobre atraso no pagamento de funcionários municipais, em Manaus

Segundo o parlamentar, funcionários municipais de quatro escolas estão há dois meses com os salários atrasados e sem receber benefícios 01/03/2012 às 21:28
Show 1
Vereador Elias Emanuel (PSB)
Thiago Gonçalves Manaus (AM)

O vereador Elias Emanuel (PSB) vai ingressar, na próxima segunda-feira (05), com um requerimento na Câmara Municipal de Manaus (CMM) solicitando respostas das Secretarias Municipais de Educação (Semed) e de Finanças (Semef) sobre o atraso que constatou no pagamento dos funcionários de quatro escolas municipais de Manaus. O parlamentar afirma que teve conhecimento das irregularidades durante visita às escolas.

De acordo com o vereador, funcionários das prestadoras Conserge e C&F de serviços terceirizados estão há dois meses sem receber seus salários e benefícios sociais, como vale transporte e ticket-alimentação.

O vereador explicou que as duas empresas prestam serviços terceirizados para a prefeitura, principalmente para a Semed, e são responsáveis pela merenda escolar e limpeza das escolas do Município.

Conforme Elias, a direção dessas empresas alegam que a Prefeitura de Manaus não repassou os valores acordados para os pagamentos. “É um absurdo o trabalhador ficar sem receber seus vencimentos por dois meses”, criticou. “Isso pode até gerar uma paralisação das atividades”, completou.

O vereador disse que visitou na manhã desta segunda-feira (01), as escolas Mário Lago e Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Argentina Barros, ambas no conjunto Francisca Mendes II, bairro Cidade Nova I. As outras duas foram, a escola Jarlece da Conceição Zaranza, no bairro Amazonino Mendes (Mutirão) e a Roberto Hernandez, no Novo Aleixo.

O parlamentar líder da oposição na Câmara, informou, que constatou também, nas escolas visitadas, todas na Zona Norte, que os estudantes ainda não receberam o fardamento escolar.

Semed

A equipe de reportagem do acritica.com entrou em contato com a assessoria de imprensa da Secretaria Municipal de Educação e foi informada que o órgão vai se pronunciar com levantamento de informações, nas próximas horas.