Publicidade
Manaus
Cotidiano, Balneário, Ponta Negra, Afogamentos, Interdição, MPE/AM, Cida Gurgel

Vereadora de Manaus sugere interdição da praia da Ponta Negra

Os casos de afogamentos registrados na praia, um total de 14, de acordo com Cida Gurgel, despertam a atenção para o que está correndo no local  06/09/2012 às 20:30
Show 1
Principal balneário de Manaus, a praia da Ponta Negra pode ser interditada devido a falta de segurança aos banhistas
acritica.com Manaus

Principal balneário de Manaus, a praia da Ponta Negra, localizada na Zona Oeste da cidade, corre o risco de ter um pedido de interdição junto ao Ministério Público do Estado (MPE-AM), de autoria da vereadora Cida Gurgel (PRP).

Os constantes registros de afogamento de banhistas, de acordo com Cida Gurgel, 14 até o momento, despertaram a atenção para o que vem ocorrendo no local.

“Não podemos permitir que a Ponta Negra se transforme numa praia assassina. Esse é um dos pontos turísticos mais simbólicos da capital”, observa.

Entretanto, a vereadora salienta que antes de dar entrada ao pedido de interdição no MPE-AM, ela irá solicitar à Prefeitura a criação de uma comissão técnica para apresentar laudos sobre os riscos para os banhistas no balneário.

Há alguns meses, a parlamentar disse que solicitou da Prefeitura de Manaus informações sobre a presença de salva-vidas no lugar, placas de sinalização de áreas de perigo e também a necessidade de aterro do local, uma vez que a enchente do Rio Negro deixou buracos de areia (remansos) submersos. Entretanto as mesmas não foram atendidas.

Outra preocupação da parlamentar é quanto aos pontos de concreto embaixo da água. “Os banhistas não sabem o que tem embaixo da água. Ali é uma areia fofa, que se movimenta de acordo com a água. Além disso, há área de concreto. É um perigo constante para a população”, salienta.