Publicidade
Manaus
Manaus

Vereadora irá propor audiência pública para debater intolerância religiosa nas escolas

Segundo Lucia Antony, a população precisa agir no sentido de combater a intolerância étnica e religiosa, antes que a questão se agrave e traga prejuízos para a sociedade 12/11/2012 às 18:06
Show 1
Vereadora Lúcia Antony
acritica.com Manaus

A vereadora Lucia Antony (PCdoB) vai propor, nos próximos dias, uma audiência pública para discutir o papel das escolas no combate à questão da intolerância religiosa e étnica em Manaus. Durante discurso na tribuna da Câmara Municipal de Manaus (CMM), a parlamentar destacou que o evento será uma oportunidade para  a sociedade debater os recentes episódios de discriminação religiosa que foram testemunhados, na semana passada, em instituições de ensino da rede pública municipal.

Segundo Lucia Antony, a população precisa agir no sentido de combater a intolerância étnica e religiosa, antes que a questão se agrave e traga prejuízos para a sociedade. Para ela, a melhor maneira de combater esta cultura do preconceito é por meio de métodos educativos.

“A educação é uma ferramenta importante para aprendermos a origem do povo brasileiro e nos reconhecermos como nação. O povo brasileiro é religioso e, por este motivo, devemos aprender a conviver com as diferentes culturas que formam a nossa sociedade”, frisou ao ressaltar que  o Estado é laico.

A líder do PCdoB enfatizou que os 13 alunos evangélicos, que se recusaram a fazer  um trabalho que abordava a cultura de matrizes africanas, não devem ser incriminados. Ela salientou que a audiência visa promover o respeito entre as crenças religiosas existentes na sociedade manauense. “A intolerância religiosa tem sido usada, ao longo da história, para fortalecer projetos econômicos que, por sua vez, são implantados em defesa de projetos políticos”, observou Lucia Antony.

Com informações da assessoria.