Publicidade
Manaus
cotidiano, Transporte coletivo, aumento tarifa, Câmara de Municipal de Manaus, polêmica, Transporte executivo, tarifa, vereadores de manaus

Vereadores discutem sobre aumento da tarifa no transporte coletivo de Manaus

Valor da atual tarifa de ônibus em Manaus é de R$ 2,75, mas preço pode chegar a R$ 3,25. A informação foi confirmada no último domingo (02), pelo Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Manaus (Sinetram), que no dia 12 de novembro, encaminhou ofício ao prefeito Amazonino Mendes, solicitando que seja feito o cálculo dos reajustes 03/12/2012 às 13:02
Show 1
O vereador Mário Frota (PSDB) também assegurou que não concorda com a proposta feita pelo Sinetram e espera que a nova gestão, comece 2013 reorganizando e “acabando com a bagunça instalada no setor”
JOELMA MUNIZ Manaus

A possibilidade de um novo aumento na tarifa do transporte coletivo em Manaus motivou discursos de protesto na Câmara Municipal de Manaus (CMM). Pelo menos 10 dos 32 vereadores da Casa dedicaram tempo na manhã desta segunda-feira (3) para discursar contra a novidade que pode elevar o valor cobrado aos usuários em 13%.

De acordo com a comunista Lúcia Antony, o aumento no valor do transporte coletivo penalizará os usuários do modelo. A parlamentar, sustentou que o sistema é precário mesmo com as promessas de melhorias feitas pelos empresários do setor, durante o último aumento em outubro de 2011.

"Os proprietários das empresas alegam que o transporte executivo e clandestino causa prejuízo aos seus cofres e que por isso é necessário realizar o aumento. Então a Prefeitura precisa fazer sua parte, fiscalizando não só para não prejudicar o transporte coletivo, mas, também pela segurança dos usuários. Entretanto, os empresários devem oferecer um transporte digno e com uma tarifa que corresponda com qualidade", disse a vereadora.

O valor da atual tarifa de ônibus em Manaus é de R$ 2,75. Com o aumento sugerido o valor pode chegar a  R$ 3,25. A informação foi confirmada no último domingo (2), pelo Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Manaus (Sinetram), que no dia 12 de novembro, encaminhou ofício ao prefeito Amazonino Mendes, solicitando que seja feito o cálculo dos reajustes. A informação está no jornal A CRÍTICA desta segunda-feira (3).

O vereador Mário Frota (PSDB) também assegurou que não concorda com a proposta feita pelo Sinetram e espera que a nova gestão comece 2013 reorganizando e "acabando com a bagunça instalada no setor".

Ademar Bandeira (PT) lembrou da "batalha travada por estudantes, usuários e vereadores durante o processo que culminou na elevação da tarifa no ano anterior". “Não podemos admitir que façam novamente os usuários de palhaços”, alfinetou.

Vilão
O vereador Wilton Lira (PDT) enfatizou que o impasse sobre a circulação do transporte executivo apontado pelos empresários como vilão do sistema de transporte coletivo poderia ser resolvido com a diminuição da circulação dos executivos. O vereador é autor de um Projeto de Lei (PL) que prevê a redução das vagas para o sistema.