Publicidade
Manaus
Manaus

Vereadores parabenizam Artur pela vitória em Manaus

Com um dos discursos mais inflamados sobre a vitória de Artur, o vereador reeleito Mário Frota (PSDB), lembrou o processo eleitoral, no qual o companheiro de partido “teve que enfrentar panfletos apócrifos, acusações infundadas e farsas” 29/10/2012 às 11:25
Show 1
Para o vereador Luiz Alberto Carijó, o prefeito deverá exercer “um governo de conciliação”.
Joelma Muniz Manaus

De olho na futura administração e querendo agradar o prefeito eleito Artur Neto (PSDB),  vereadores de Manaus aproveitaram para parabenizar e fazer elogios ao tucano e seu companheiro o vice de sua chapa Hissa Abrahão (PSP), na  manhã desta segunda-feira (29).

Os parlamentares que se pronunciaram na Tribuna da Câmara Municipal de Manaus, durante o pequeno expediente registraram palavras de apoio ao candidato tucano, que conquistou o cargo com 603.483 votos no segundo turno de votação.

Com um dos discursos mais inflamados sobre a vitória de Artur, o vereador reeleito Mário Frota (PSDB), lembrou o processo eleitoral, no qual o companheiro de partido “teve que enfrentar panfletos apócrifos, acusações infundadas e farsas”.

“A campanha não teve nada de limpa. Foi marcada por difamação, a cidade ficou alagada com panfletos apócrifos”, e emendou:“está foi uma vitória retumbante, a vitória de um povo que não aceita cabestro”, enfatizou.

Ao lado de Artur Neto durante todo o processo eleitoral, o vereador e um dos líderes do prefeito Amazonino Mendes (PDT), Luiz Alberto Carijó (PDT), disse que a missão do prefeito eleito é atender as necessidades e esperanças da população. De acordo com o parlamentar, ele deverá exercer “um governo de conciliação”.

Vanessa

Carijó também dedicou parte da sua fala para parabenizar Vanessa Grazziotin (PCdoB), que ocupou a segunda colocação na corrida pela administração municipal, com 311.607 votos válidos. “Vanessa foi uma guerreira até o último momento. Realizou uma campanha legítima e democrática”, disse.

Socorro Sampaio (PP) cobrou do novo prefeito, que cumpra as promessas feitas aos eleitores. Sampaio, que faz parte do partido da deputada federal Rebecca Garcia (PP), primeira mulher cotada para disputar o pleito, representando o grupo político do senador Eduardo Braga (PMDB) e do governador Omar Aziz (PSD), mas foi substituída no último momento das convenções partidárias pela senadora comunista, disse que estará “a disposição dos projetos de Artur que beneficiem a cidade”, entretanto, enfatizou, “que agirá com independência e rigor com ações que julgar maléficas ao povo”.

Reeleição

Mesmo ainda não tendo assumido a prefeitura, Artur Neto já ganhou do vereador Wilker Barreto (PHS), campanha pela reeleição. Barreto lembrou que quatro anos serão poucos para que Artur coloque Manaus em ordem.

Segundo o vereador, “talvez seja necessário que os eleitores dêem uma segunda oportunidade para a administração de Artur. Um dos maiores desafios da cidade é a mobilidade urbana”, finalizou.

“Não posso dizer parabéns”

A vereadora Lúcia Antony que integra o Partido Comunista do Brasil (PCdoB) ao lado de Grazziotin, foi a única parlamentar da CMM, que proferiu discurso contrário a vitória de Artur Neto.

Visivelmente descontente com o resultado mostrado nas urnas, a comunista disparou contra Artur e seu partido. “A marca do PSDB é a disseminação de privilégios e desigualdade. Não posso dizer parabéns à cidade. O preconceito e o machismo que imperaram poderão ser os responsáveis pelos maiores fracassos coletivos da história dessa cidade”, lamentou.