Publicidade
Manaus
Cotidiano, Pesquisa, FMT, Malária

Workshop em Manaus pode indicar novas prioridades nas pesquisas sobre a malária

Evento, entre outras coisas irá debater os aspectos genéticos do ser humano, que estão influenciando nas manifestações clínicas da malária 07/05/2012 às 13:24
Show 1
A influência dos tipos sanguíneos que apresentam pré-disposição para infecção pelo mosquito da malária será debatida
acritica.com Manaus

Nesta quarta-feira (9) a Fundação de Medicina Tropical Dr. Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD), irá promover o workshop 'Genética Humana e Malária', no horário de 8h às 18h, na sede da instituição, localizada na avenida Pedro Teixeira, 25, bairro Dom Pedro, zona Centro-Oeste de Manaus.

O objetivo do evento, de acordo com a diretora-presidente da FMT-HVD, Graça Alecrim, é apresentar e debater os aspectos genéticos do ser humano, que estão influenciando nas manifestações clínicas da malária, com a proposta de ampliar os estudos dos genes, com foco na endemia.

O diretor de Ensino e Pesquisa da FMT-HVD, Marcus Lacerda, esclarece que a partir da observação dessas características genéticas será possível estabelecer prioridades para o desenvolvimento de novas pesquisas em malária, no Amazonas.

 "Nossa proposta é somar esforço entre os pesquisadores da área, para obter outras soluções técnico-científicas, que venham gerar impacto positivo no tratamento de pacientes acometidos pela doença", frisou. O evento, diz ele, busca integrar os grupos de pesquisa de malária que atuam na Região Amazônica. O encontro contará com a presença de aproximadamente 20 pesquisadores convidados.

Marcus Lacerda adianta que um dos trabalhos de pesquisa que serão apresentados no workshop trata da influência dos tipos sanguíneos que apresentam pré-disposição para infecção pelo vírus transmitido pelo mosquito da malária.

"Considerando informações desta natureza, podemos identificar, por exemplo, o motivo pelo qual alguns indivíduos residentes de áreas endêmicas nunca foram infectados. Já outros, desenvolvem a doença com maior facilidade", exemplifica. As populações geneticamente suscetíveis poderão ser prevenidas.

O encontro, coordenado pela FMT-HVD, contará com a presença de pesquisadores convidados de instituições como a Fundação de Hematologia e Hemoterapia (HEMOAM), Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (FAMERP), entre outras. Participam, também, os infectologistas da FMT, que atuam no atendimento de pacientes acometidos pela doença e os alunos de Mestrado e Doutorado, do curso de pós-graduação em Medicina Tropical, da instituição.