Publicidade
Manaus
Manaus

Zona Centro-Oeste terá Ronda no Bairro a partir de sexta-feira (31)

Aziz adiantou que discute parceria com ONG colombiana para implantar projeto que reduziu a criminalidade em Bogotá, capital da Colômbia, e que poderá ser adotado após a implantação do Ronda no Bairro em toda a capital 29/08/2012 às 13:37
Show 1
O programa já está em funcionamento nas Zonas Norte, Leste e Centro-Sul de Manaus
acritica.com Manaus

A zona Centro-Oeste de Manaus passará a integrar a partir desta sexta-feira (31) o programa Ronda no Bairro. O anuncio foi feito pelo governador Omar Aziz (PSD), durante a abertura do II Seminário Internacional de Segurança da Amazônia (II Sisam), que acontece desta quarta-feira (29) até a sexta-feira (31) no Tropical Hotel, zona Oeste de Manaus.

Aziz adiantou que discute parceria com ONG colombiana para implantar projeto que reduziu a criminalidade em Bogotá, capital da Colômbia, e que poderá ser adotado após a implantação do Ronda no Bairro em toda a capital.

“Conforme o nosso compromisso avançaremos com o Ronda no Bairro agora na zona centro-oeste. Já estamos nas zonas norte, leste e centro-sul e agora vamos para a centro-oeste. O próximo passo são as zonas oeste e sul, cobrindo assim todas as áreas da cidade de Manaus. Temos reduzido os crimes substancialmente e a polícia tem atuado bastante dando respostas à sociedade”, disse o governador ao destacar a aprovação do programa por parte da população.

O governador esteve reunido, pouco antes de abrir o II Sisam, com o ex-prefeito de Bogotá, Arelijus Rutenis Antanas Mockus Sivickas, que é mestre em filosofia e preside a ONG Corpovisionarios, para discutir parceria visando a implantação de projeto conduzido pela organização que tem reduzido a criminalidade em Bogotá. De acordo com dados da ONG, de 1993 até 2012, o projeto reduziu o índice de homicídios de 83 para 22 mortos em cada 100 mil habitantes.

De acordo com Aziz, o projeto é embasado em estudos e pesquisas e tem como estratégia principal o envolvimento da sociedade em programas sociais que ajudam a combater a criminalidade.

Ao destacar a importância do Sisam, Omar Aziz afirmou que parcerias como a que está sendo estudada com a Colômbia podem contribuir para reduzir a criminalidade e definir ações de enfrentamento principalmente do tráfico de drogas e armas nas fronteiras.

“Temos nossos problemas. Manaus é uma cidade com mais de 2 milhões de habitantes, o Estado tem mais 1,5 milhão de quilômetros quadrados, com mais de 8 mil quilômetros de fronteiras desguarnecidas, tudo reflete na sociedade, e segurança é um problema diário, você tem que mostrar eficiência e não podemos descuidar um minuto. Mas estou feliz que os resultados (do Ronda no Bairro) estão aparecendo e que, com esse seminário, possamos trocar ideias com países vizinhos, principalmente em relação ao tráfico de drogas e armas”, pontuou.