Publicidade
Multimídia
Polícia, assalto, Tiroteio, 2ª Cicom, 1º DIP

Tentativa de assalto em estaleiro, na Zona Sul de Manaus, deixa três pessoas feridas

Dono de estaleiro e o filho reagiram à investida de uma dupla da ladrões, trocando tiros contra os mesmos. Um dos assaltantes conseguiu fugir 23/04/2012 às 13:13
Show 1
Populares que desarmaram Leandro aproveitaram para agredi-lo, após o assalto frustrado
Síntia Maciel e Thiago Monteiro Manaus

Três pessoas ficaram feridas em uma tentativa de assalto ocorrida na manhã desta segunda-feira (23), no estaleiro Bons Amigos, localizado no bairro Educandos, Zona Sul de Manaus, onde uma dupla de assaltantes tentou roubar o lugar.

De acordo com as informações repassadas por militares da 2ª Companhia Interativa Comunitária (2ª Cicom), a investida da dupla ocorreu no momento em que o empresário Antônio Cordeiro Mesquita, 62, chegava ao estaleiro, acompanhado do filho André Tiago Queiroz Mesquita, 23.

Enquanto um dos assaltantes ficou em uma motocicleta, o ex-presidiário Leandro Feitoza da Silva, 29, armado com um revólver calibre 38, abordou Antônio e André Tiago, anunciando o assalto.

Pai e filho reagiram à investida do assaltante, travando luta corporal.

Em meio à confusão, Antônio foi baleado na barriga e André Tiago recebeu um tiro de raspão.

Populares que se encontravam no local, conseguiram desarmar Leandro, e efetuaram um disparo contra ele na perna, além de acionarem a polícia.    

O assaltante que estava na motocicleta, de modelo e características não identificadas fugiu.

Leandro foi preso por uma guarnição da 2ª Cicom, e após receber atendimento médico no Serviço de Pronto Atendimento (SPA) do Coroado, na Zona Leste de Manaus, foi encaminhado para o 1º Distrito Integrado de Polícia (1º DIP), no bairro Praça 14 de Janeiro, Zona Sul de Manaus.

Na delegacia, Leandro informou o apelido do comparsa, identificado por ele apenas como “Surfista”, e que o mesmo teria dado a idéia de assaltar o estaleiro.

Ainda na delegacia, Leandro disse que há três meses havia saído da cadeia e que estaria trabalhando com frete. O dinheiro do assalto ele utilizaria para comprar um terreno e construir um barraco de madeira.

O empresário Antônio Mesquita foi levado para o Pronto socorro 28 de Agosto, no bairro Adrianópolis, Zona Centro-Sul de Manaus, onde seria submetido a uma cirurgia, para a retirada da bala.

O filho, André Tiago foi encaminhado para o SPA da Zona Sul, no bairro Colônia Oliveira Machado.