Publicidade
Colunistas

Os Stones fazem história

Equivalente cultural da visita que o presidente Barack Obama fez a Cuba há dez dias, o show da banda britânica Rolling Stones – no último final de semana – foi um marco na história da antes chamada Ilha Proibida. O show para cerca de 200 mil pessoas funcionou como um divisor de águas no lugar, que deverá passar a ser incluído na turnês internacionais de bandas – a princípio, apenas àquelas que se dispuserem a promover eventos gratuitos 29/03/2016 às 09:14

Equivalente cultural da visita que o presidente Barack Obama fez a Cuba há dez dias, o show da banda britânica Rolling Stones – no último final de semana – foi um marco na história da antes chamada Ilha Proibida. O show para cerca de 200 mil pessoas funcionou como um divisor de águas no lugar, que deverá passar a ser incluído na turnês internacionais de bandas – a princípio, apenas àquelas que se dispuserem a promover eventos gratuitos