Publicidade
Cotidiano
Tesouro literário

Biblioteca ocupa apartamento inteiro: 125 metros quadrados de literatura

Com mais de 30 mil volumes, a coleção começou há meio século, quando Robério Braga ganhou seus primeiros livros: "O patrimônio que meu pai sempre dizia que podia nos deixar e nos deixou foi o estudo” 14/10/2017 às 11:38 - Atualizado em 14/10/2017 às 13:14
Show biblioteca roberio
A maior seção da coleção de Robério Braga é sobre estudos amazônicos
Aruana Brianezi Manaus

No 13º andar de um dos mais altos edifícios de Manaus, Robério Braga e a esposa Rosa guardam um enorme tesouro. Ali, no apartamento logo abaixo de onde vive o casal, eles montaram sua biblioteca, especializada em estudos amazônicos. São 125 metros quadrados de literatura.

Com mais de 30 mil volumes, a coleção começou há meio século, quando Robério ganhou seus primeiros livros: “Comecei a juntar livros com 10 anos. Minha mãe era professora e meu pai líder sindical marítimo, político, mas todos muito apaixonados pelo estudo. O patrimônio que meu pai sempre dizia que podia nos deixar e nos deixou foi o estudo”.

Durante muito tempo, os livros estiveram espalhados. Boa parte ficava na casa da mãe do ex-secretário, outra no  escritório, outra na fundação que leva o nome do pai, Lourenço Braga. Há 15 anos, o apartamento abaixo do deles ficou vago e o casal viu a chance de reunir o acervo.

Ou parte dele: a coleção de livros de arte é guardada “em casa” mesmo e muitos livros já tiveram que ser doados, por falta de espaço. “Há pouco já começamos a ter que separar (o acervo). Fiz doações para o Instituto Geográfico Histórico do Amazonas, 5 mil volumes de literatura de cordel. Levei outro tanto de volta para o escritório porque aqui não comporta mais”, explica Robério, que a cada Natal e aniversário amplia a coleção: “Sempre ganho livro e gosto de ganhar”.