Publicidade
Blogs

23ª edição do Minas Trend mostra que o futuro da moda é democrático

Diversidade e inclusão estão no centro dessa edição da semana mineira. Desfile de abertura que deu destaque a novos criadores. 06/11/2018 às 15:47
Show   b888e6ee dc8a 49ea 8c97 bf98d5fd01b0
Evento tem como diretor criativo Ronaldo Fraga. (Fotos: Agência Fotosite)

@tiagopm92
Belo Horizonte/MG

Com o tema inspiracional “Agora e Para Sempre”, teve início, na noite de domingo (28), a 23ª edição do Minas Trend, a semana de moda mineira, que este ano acontece de 29 de outubro a 1º de novembro, em Belo Horizonte. Novamente sob a diretoria criativa do estilista Ronaldo Fraga, o tradicional e aguardado desfile de abertura do evento, pela primeira vez, foi totalmente composto por looks de novos criadores do Estado.

A novidade acontece graças a um projeto assinado pela Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG), que visa qualificar e divulgar o trabalho dos designers que serão destaque da moda mineira na próxima década.

Além de refletir no desfile de abertura o espírito desta edição, que aborda a diversidade e a inclusão, o grupo de designers também participa do salão de negócios do evento com um estande especialmente desenvolvido para evidenciar as características diferenciadas de suas criações. Para tanto, eles receberão consultoria comercial e estratégica, que inclui orientações sobre vendas e exportações, entre outras, de forma a qualificá-los em condições comerciais igualitárias aos demais participantes.

O projeto, que prevê oferecer suporte às novas marcas por um determinado período, será iniciado, exclusivamente, com marcas mineiras prevendo agregar gradativamente criadores e designer inovadores de outras regiões brasileiras.

Novos Criadores

De acordo com Ronaldo Fraga, que na manhã de ontem, proferiu uma coletiva de imprensa, o grande destaque desta edição é, de fato, o grupo de novos criadores. “É uma forma de falar para o mercado que, em um momento difícil para o país, estamos pensando à frente. São marcas jovens, originais e não influenciadas por tendências internacionais que irão oxigenar o salão de negócios do evento”, explicou ele.

Para Fraga, a participação do grupo também beneficia a visibilidade dos produtores consolidados que integram a área comercial da semana de moda mineira. “Todos ganham, quando lançamos luz sobre o novo, lançamos também sobre quem já tem história e uma trajetória estabelecida”, concluiu.

Trilha Sonora

O desfile contou com a apresentação de três bandas locais. A primeira delas foi a drag band The Pulso in Chamas, que tocou ‘Divino Maravilhoso’ e ‘Vaca Profana’, ambas de autoria de Caetano Veloso. A segunda, Poison Gas, formada por adolescentes de 14 anos, abraçou o rock e tocou covers de ‘Killin’ in the Name’ (Rage Against the Machine), ‘Seven Nation Army’ (The White Stripes), ‘Come Together’ (The Beatles), entre outros.

Já a Velotrol foi de metal e mandou três clássicos seguidos: ‘Enter Sandman’ e ‘Fuel’ (Metallica) e ‘Paranoid’ (Black Sabbath). Por fim, as três bandas juntas, em um ato de protesto contra o resultado da eleição presidencial, fecharam a noite tocando o clássico ‘Another Brick in the Wall’, do Pink Floyd.

Além dos desfilesReforçando sua proposta de democratizar o acesso da população, o Minas Trend, pela primeira vez, abre suas instalações para a população em geral que terá a oportunidade de vivenciar o ambiente de um dos maiores eventos de moda do país. Além de poder circular por todas as áreas do evento, os visitantes poderão participar das atividades promovidas pelos apoiadores e patrocinadores, como também aproveitar dois novos projetos.

O primeiro dele é ‘A Gastronomia tá na Moda’, espaço de 3 mil m² que, além de cafés, lounges, pubs, cervejarias e wine bar, conta com workshops, intervenções culturais, lojas com produtos mineiros, minimercado e um palco com variada programação. Outra grande atração do espaço gastronômico é o Espaço Prazeres da Mesa, onde chefs renomados da culinária mineira convidam estilistas mineiros para uma aula de gastronomia em conjunto.

O segundo projeto, ‘Nômade’, é uma loja itinerante que conta com 20 marcas mineiras, na qual os visitantes poderão adquirir produtos participantes do evento como vestuário, acessórios, calçados e objetos de design. A maioria desses produtos, em virtude de pertencerem à coleção Outono-Inverno/2019, serão comercializados com antecipação exclusivamente na loja temporária.

*O jornalista viajou a convite da FIEMG.