Publicidade
Blogs

Amazonense compartilha experiências e apresenta suas criações mais recentes

Maurício Duarte participa de conversa no Casarão de Ideias e bate um papo sobre suas peças e seu processo criativo 18/07/2018 às 15:33 - Atualizado em 18/07/2018 às 16:17
Show capturar
Gihad Arabi/Rikko Oliveira/Marcelo Sá/Divulgação

Maria Paula Santos e Rosiel Mendonça
(Manaus/AM)

Após ganhar medalha de excelência em vitrinismo no torneio WorldSkills de 2015 e ter se mudado para São Paulo, o estilista Maurício Duarte volta a Manaus trazendo peças exclusivas de sua nova coleção. Nesta quarta-feira, ele participa de um bate-papo sobre seu processo criativo no Casarão de Ideias, no Centro, espaço que também será seu primeiro ponto de venda na capital amazonense. O fotógrafo Marcelo Sá será outro convidado do encontro.

“A proposta do evento é falar sobre o meu processo criativo e também da minha experiência na faculdade com desenvolvimento de produto e de marca, relacionando com as minhas pesqusias na área da moda, para passar as informações que eu, quando era aluno de moda em Manaus, sentia falta”, adianta Maurício. “Também quero contar como tem sido minha evolução na carreira. Trabalho com minha marca desde 2012 e quero mostrar como é importante você abrir a sua microempresa”, completa.

Vida Nova

Maurício montou um ateliê em sua própria casa em São Paulo, e é lá que produz suas peças e recebe clientes com horários agendados. Hoje, ele consegue distribuir seu material pela cidade com sucesso. Um dos pontos de venda na capital paulista é a loja colaborativa Arteira Co.Store, localizada na Vila Madalena, que só trabalha com marcas autorais. Lá, Maurício também pretende ministrar cursos e palestras, mas sem abrir mão da sua vertente comercial.

“Meu primeio ponto de venda desde que cheguei em São Paulo, e até hoje, é a Avenida Paulista. Chego lá e monto um espaço na rua com minha mesa e a arara com camisetas. Antes de poder entrar numa loja, esse era meu único ponto de venda, o melhor disso é que por ser uma comercialização de rua eu tenho um contato maior com o público e acabei tendo feedbacks muito bons. Alguns clientes se tornaram fixos”, relata.

"Não me considero um estilista, me considero um artista. Não pinto só telas, são telas que podem ser vestidas", Maurício Duarte, fashion designer

De Volta Ao Lar

O Casarão de Ideias será o primeiro ponto de Maurício em Manaus, e para ele o local é muito mais do que só um espaço para vender suas criações. “É muito legal porque o lugar em si já tem a influência de artes, dança, cinema... Acredito que, assim como em São Paulo, estou procurando lugares que compactuem com minha visão de trabalho, que tenha apelo estético não comercial, mais artístico, pra mim isso é muito interressante. Poder fimar essa parceria e usar esse espaço é uma grande oportunidade de recerber amigos, compartilhar e conversar um pouco sobre meu conhecimento e mostrar para as pessoas o meu trabalho”.

As peças que ele trouxe na bagagem fazem parte da sua nova série de trabalhos inspirados na pintura abstrata. Mas a temática amazônica, como grafismos indígenas e pontos turísticos de Manaus, também fazem parte do rol de inspirações do estilista.

“A minha produção é em pequena escala, eu que faço todo o processo: modelagem, corte e costura, pintura... Todas as minhas etiquetas são carimbadas manualmente, então a preocupação com o processo da construção do produto é realmente minucioso. Não tenho demanda de desenvolvimento de coleção, mas tenho a linguagem que estou tralhando agora, que são as estampas abstratas e cortes que não seguem padrões de modelagem”.