Quarta-feira, 26 de Fevereiro de 2020

Cinco produções que abordam a maternidade

Na semana das mães, o BEM VIVER destaca alguns filmes e série que exaltam a relação entre elas e os filhos


07/05/2018 às 13:44

Por Juan Gabriel

Na vida real elas são as protagonistas. Entre risos, choros, amparos e conquistas, a figura materna tem um papel fundamental no desenrolar da trajetória de qualquer pessoa. Não à toa, grandes produções de Hollywood se inspiram na relação entre as mães e sua prole para criar grandes sucessos. Com a comemoração delas no próximo domingo (13), o BEM VIVER listou cinco produções que colocam a maternidade em evidência. São filmes e séries que passeiam entre dramas e comédias abordando diferentes tipos de mãe – e que com certeza vão te fazer lembrar da sua.

‘Todo dinheiro do mundo’ (2018)

Gail Harris é uma mãe devota que sofre um grande baque em sua vida ao ver seu filho, o jovem John Paul Getty III ser sequestrado. O fato faz com que a mãe entre em uma corrida desesperada para conseguir convencer seu ex-sogro e avó de John, o magnata frio e calculista J. Paul Getty, a pagar o resgate milionário, mas o homem prefere buscar meios de resolver o problema sem gastar um centavo de sua fortuna. Ambientado na Itália dos anos 1970, a obra protagonizada por Michelle Williams, Charlie Plummer e Mark Wahlberg eleva o instinto materno ao mais alto nível ao mostrar o que uma mãe é capaz de fazer para proteger 
o próprio filho.

‘Sexta-feira muito louca’ (2003)

Uma comédia daquelas perfeitas para assistir com a família depois do almoço de domingo, “Sexta-feira muito louca” traz Jamie Lee Curtis e Lindsay Lohan como Tess e Anna, respectivamente mãe e filha, que vivem uma relação conturbada por conta do comportamento rebelde da menina. Tudo muda quando um incidente do destino faz com que elas troquem de corpo com uma com a outra e passem a viver rotinas diferentes. O longa evidencia uma experiência comum vivida pelas mães durante a adolescência e com muito bom-humor, mostra como mãe e filha devem entender os problemas da outra para viver em harmonia.

‘Jane, the virgin’ (2014 – presente)

Quando Jane era apenas uma garotinha, sua avó a fez prometer que só perderia sua virgindade após o casamento. Anos mais tarde, trabalhando em um hotel e ainda cumprindo a promessa (para o desespero de seu noivo), uma confusão médica acaba mudando completamente a sua vida: Uma gravidez por inseminação. Várias reviravoltas recheadas de comédia conduzem a série, inspirada na telenovela venezuelana “Juana la virgen”, que atualmente encontra-se em sua quarta temporada.

‘Para sempre, Alice’ (2015)

Alice Howland é uma renomada especialista em linguística e professora de Harvad. Após uma colecionar inúmeras conquistas e realizações pessoais na sua vida pessoal e profissional, ela vê tudo virar de cabeça pra baixo ao ser precocemente diagnosticada com Alzheimer. A doença fragiliza seu casamento, porém Alice encontra na filha, Lydia, seu porto-seguro. O drama reforça a união familiar entre mãe e filha em uma situação que aflige milhares de famílias, onde os papeis se invertem e os filhos passam a cuidar da mãe. Pode preparar a pipoca, mas não esqueça de separar uns lencinhos.

‘Minha mãe é uma peça’ (2013)

Dona Hermínia é uma típica dona de casa, divorciada e hiperativa. Por conta disso, não sai do pé de seus filhos, Marcelina e Juliana. Um dia, após descobrir que eles a acham chata, ela resolve sair de casa em segredo. Em meio a preocupação dos filhos, muitas lembranças vão se desenrolando até todos se darem conta de que por trás da implicância de mãe, existe o amor. O filme que tem o comediante Paulo Gustavo como protagonista faz uma caricatura da relação entre muitas mães e filhos, dando brecha pra todo mundo se identificar ao menos um pouquinho em meio a muitas risadas.
 


Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.