Publicidade
Blogs

No dia Mundial do Veganismo, conheça opções conscientes para aproveitar

Restaurantes de Manaus e marcas famosas começam a se adaptar ao público vegano. 05/11/2018 às 17:09 - Atualizado em 12/11/2018 às 14:13
Show capturar 2bd4984c 316c 47fe b13c bf8bdcc6587d
Veja dicas da estudante de RP, Maria Clara Chixaro sobre o mundo vegano. (Arte: creatarka/ iStock)

@mariapaulasantos
Manaus/AM

No dia 1º de novembro foi comemorado o Dia Mundial do Veganismo, que celebra em todo o planeta a consciência vegana, ou seja, o ato de protesto contra o consumo de produtos de origem animal - o veganismo condena a ingestão de alimentos de origem animal e derivados, como leite e ovos, por exemplo. É mais do que apenas uma mudança de alimentação, é um estilo de vida em que a pessoa se preocupa não só com a alimentação, mas até com a origem da maquiagem ou dos produtos higiênicos que usa.

No Brasil, 55% da população tem interesse em consumir mais produtos veganos, de acordo com pesquisa realizada pelo Ibope Inteligência e encomendada pela Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB). Por isso, o máximo de informação e orientação é necessário quando o objetivo é aderir a esse novo estilo de vida, que já faz com que cada vez mais as marcas e estabelecimentos reconheçam a importância de se preparar para esse novo consumidor.

A estudante de Relações Públicas Maria Clara Chíxaro mudou sua vida há três anos se tornando vegetariana e há quatro meses mergulhou de vez no veganismo. “Aqui em Manaus eu ainda não vejo o mercado de roupas e cosméticos preparado para atender os veganos. O que eu faço é não comprar nada com material de seda, lã e couro, mas ainda não existem franquias das marcas mais famosas de roupas veganas. O importante também é tentar reduzir o consumo principalmente de plástico. Procurar marcas de maquiagem com embalagens recicláveis e também fazer compras de roupas e acessórios em brechós”, comenta.

Em Manaus, o restaurante Erva Doce Vegana, localizado no Apiaká Hostel, oferece aos seus clientes refeições como café, sucos, salgados e doces feitos de ingredientes naturais (cruelty free). O proprietário João Jamir diz que a demanda ainda não é completamente atendida: “Muitas pessoas às vezes não optam pelo veganismo pela dificuldade de conseguir achar um local para parar e comer no meio da cidade. Nós trabalhamos com esse nicho há mais de três anos, em diversas propostas diferentes. Já vendemos salgado em feira como coxinha de jaca, tivemos pizzaria e agora o Erva. Hoje sentimentos o aumento até pelo conhecimento maior sobre o veganismo, as pessoas começaram a dar uma chance para experimentar mesmo sem serem veganas”.

Maria Clara afirma ainda que sente a mudança em relação ao respeito e adaptação dos estabelecimentos em Manaus. “Os vegetarianos já representam 14% da população brasileira segundo o Ibope e 81% dos brasileiros já foram vegetarianos ou são adeptos da causa por meio de campanhas como a Segunda Sem Carne e outras. Eu, como Relações Públicas, digo que é um público que as marcas precisam prestar atenção, precisam se adaptar de alguma forma para atender, não dá mais para ignorar”. Com a ajuda dela, separamos algumas dicas de lugares onde você poderá consumir de forma vegana e consciente.

Bela e consciente

Marcas de cosméticos como a Elf Cosmetics, e as maquiagens da Kat Von D, vendem em alguns lugares aqui em Manaus, infelizmente ainda com preços um pouco elevados por serem internacionais. Mas também é possível encontrar marcas como a Surya e Organela, que são opções brasileiras de cosméticos veganos e têm uma boa qualidade.

Para comer tranquilo

Os locais que se adaptaram colocando opções veganas no cardápio são estabelecimentos como: Forneria di Villa, Mahalo Poke Bar, Blend Café, Sushi Ponta Negra. Podemos destacar também o barzinho Sem Nome, Vila Vagalume e o Edi Sabor Natural, que é vegetariano, mas tem muitas opções veganas, como também o Erva Doce, que possui um sanduíche de cogumelos no pão australiano feito na casa, recheado com creme de tofu e ervas, cebola roxa e salada.

Existem lugares que também estão pensando na forma de consumir os alimentos: o Umê, por exemplo, usa canudo de aço inox e bambu para que não sejam usados os de plásticos.

Inspirações famosas

O estilo de alimentação se tornou tendência no mundo dos famosos. Seja pela saúde ou pelo amor à natureza, as celebridades estão retirando carne e produtos de origem animal do cardápio. Xuxa Meneghel, Sasha Meneghel, Luisa Mell, Isabelle Drummond, Brad Pitt, Jared Leto e Natalie Portman são alguns adeptos da dieta. A própria rainha dos baixinhos, Xuxa, disse que o documentário “Terráqueos” foi o que a fez mudar de ideia e virar vegana, como muitos.

Grandes marcas

Talvez já não seja novidade para muitas pessoas. Mas é sempre bom relembrar que algumas marcas nacionais de fácil acesso, dessas que você encontra em qualquer supermercado, são grande amigas dos veganos e vegetarianos. Bolachas da marca Oreo, bebidas da marca Adest com sabores de amêndoas e coco, além da tradional à base soja. O destaque fica para a marca Natura, que conquistou recentemente o selo Leaping Bunny, certificação da Cruelty Free International contra testes em animais.