Quarta-feira, 26 de Fevereiro de 2020

PNUD premia cinco projetos inovadores no Amazonas

Os vencedores – empresas de cunho social e associações - receberão R$ 100 mil para utilizar na ampliação, aprimoramento e continuidade dessas iniciativas.


19/12/2019 às 20:02

O Programa Nações Unidas para Desenvolvimento (PNUD) divulgou os cinco projetos vencedores no Amazonas do prêmio “Innovation Challenge”. O resultado foi divulgado na terça-feira, 17 de setembro, no site do PNUD Brasil.

Os critérios levam em conta o desenvolvimento sustentável na região e impacto positivo na vida das pessoas. 

Os vencedores – empresas de cunho social e associações - receberão R$ 100 mil para utilizar na ampliação, aprimoramento e continuidade dessas iniciativas.

Foram mais de 80 projetos inscritos no Amazonas e do Piauí. No Amazonas, a chamada considerou as seguintes temáticas: Novas dinâmicas para promoção de polos de desenvolvimento, Gestão pública, Conservação ambiental e Uso sustentável dos recursos naturais, Estratégias para enfrentar a violência e a criminalidade, Cidadania plena para mulheres e meninas, Educação inclusiva e de qualidade, Cadeia do turismo, Cadeia das melíponas e Cadeia do pirarucu.

Lixo eletrônico

Um dos premiados foi a Descarte Correto, uma empresa de inovação em logística reversa trabalha com coleta, reciclagem e destinação correta do lixo tecnológico. A sede fica no Conjunto Shangri lá, no Parque Dez, zona Centro-Sul de Manaus.

A Descarte Correto foi fundada em 2011 pelo casal Alessandro Dinelli e Carol Dinelli que trabalha com eixos de autuação de economia circular, negócios sustentáveis e inclusivos.

Indústrias, empresas e governos contratam os serviços da Descarte Correto para destinação dos seus materiais de TI e Telefonia, a exemplo de monitores, televisores, tonners e cartuchos, baterias de celulares e notebooks, eletrodomésticos e outros. A empresa possui pontos de coleta de eletrônicos usados no shopping Via Norte.

O diferencial da Descarte Correto é o trabalho social que impacta comunidades pobres no Amazonas. A empresa reaproveita equipamentos de informática que eram sucatas e os transforma em computadores que são utilizados em centros interativos.

Já são 6 centros interativos em Manaus e no interior que proporcionam à população vulnerável cursos de informática básica e avançada e cursos profissionalizante, tais como telemarketing, departamento pessoal, assistente de logística, secretariado, criação de games, contabilidade, operador de caixa.

Conheça os projetos premiados

1) Circuito de turismo indígena do Rio Negro – Proponente Federação das Organizações Indígenas do Rio Negro (FOIRN): implantação de um novo circuito de turismo, para além da pesca esportiva, incluindo indígenas locais em todo processo e fortalecendo a cultura e os saberes das comunidades indígenas.

2) Coletivo do Pirarucu Manejado em Áreas Protegidas do Amazonas – Proponente Associação dos Produtores Rurais de Carauari (ASPROC): comercialização de Pirarucu manejado por um coletivo, garantindo valor mínimo e criação de marca com forte valor agregado acionando postos de venda que ainda não comercializam o produto.

3) App Castanhadora – Proponente Instituto Internacional de Educação do Brasil: aplicativo que calcula preço e tempo ótimo de venda de castanhas que será disponibilizado para as comunidades locais.
Cientista Maker – Proponente Associação FAB LAB Manaus: capacitação dos alunos de ensino fundamental na cultura maker digital.

4) Descarte Correto, Transformando o resíduo eletrônico em benefícios econômicos e socioambientais – Proponente  Descarte Correto Serviço Ambiental LTDA: beneficiamento de lixo eletrônico em novos produtos.

5) Educação contextualizada, agroecologia e políticas públicas na Terra Indígena Andirá Marau do povo Sateré-Mawé – Proponente Associação Slow Food do Brasil: articulação de trabalho educacional de agroextrativismo com indígenas e resgate de saberes tradicionais para garantir a segurança nutricional desta população.
 


Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.