Menos empregos, com mais faturamento

Zona Franca deve fechar o ano com alta de 10% no faturamento, mas queda de 1,7% nos empregos

Joubert Business
lima_joubert@yahoo.com
18/12/2020 às 14:42.
Atualizado em 13/03/2022 às 15:48

Estimativa da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam) aponta que a Zona Franca de Manaus vai fechar o ano com 89.962 trabalhadores - entre efetivos, temporários e terceirizados. O número significa queda de 1,7% em relação ao ano passado. O resultado não é necessariamente ruim em face de todas as dificuldades impostas pela pandemia, ainda mais considerando que o faturamento deve fechar com alta de 10%, bem abaixo das projeções iniciais feitas no início do ano, quando se esperava um crescimento de 25,2%.

A avaliação do presidente da Fieam, Antonio Silva, é positiva. “O aprendizado que o setor industrial obteve, provocado pelas numerosas perdas, pelas novas dificuldades surgidas e pelos ganhos conseguidos, nos leva a findar o ano e iniciar 2021 com a esperança renovada de dias melhores. Ser positivista não é pecado, é fé em Deus, fé no trabalho e na crença de que quando queremos algo com empenho podemos conseguir”, disse. 

Assuntos
Compartilhar
Sobre o Portal A Crítica
No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.
© Copyright 2022Portal A Crítica.Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por
Distribuído por