Terça-feira, 13 de Abril de 2021

Reflexões sobre a aceleração da educação on-line

Ainda temos uma longa caminhada para chegar a um modelo ideal de EAD, mas confiamos que muitas instituições também estejam por aí buscando este caráter inovador


27/03/2021 às 13:40

O ensino híbrido, como vem sendo chamada a oferta dos cursos com aulas presenciais e remotas de forma simultânea, também conhecidas como aulas síncronas, a depender do caso, em que o educador e o aluno interagem em tempo real, em uma plataforma virtual, tem muito a contribuir com a educação e o futuro do ensino superior, que passa pela inserção acelerada da tecnologia, especialmente, pela experiência vivenciada no último ano devido a crise pandêmica. 

A educação a distância é um caminho bastante promissor. Sabemos que existem diversos desafios a serem ultrapassados, principalmente em relação à infraestrutura para acesso as aulas remotas, mas acreditamos que esse formato de ensino pode agregar muito no desenvolvimento educacional como um todo. 

Em 2020, com o início da pandemia causada pelo COVID-19, no nosso caso, a Fametro optou por inovar, buscando não gerar prejuízo para os alunos, se adaptando rapidamente a este modelo de ensino nos cursos até então ofertados somente de forma presencial.

O EAD (ensino a distância), com o destaque merecido pela sua capacidade de acolhimento em relação a segurança, controle e prevenção dos riscos sanitários vivenciados nos momentos mais críticos da crise do Coronavírus, se torna peça fundamental para o progresso acadêmico e profissional, pela flexibilidade e alcance individualizado que oferece aos alunos. Conforme dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), o número de matriculados em cursos de graduação à distância aumentou 4,7 vezes nos últimos anos, passando de 330 mil estudantes para mais de 1,5 milhão.

Importante ressaltarmos que, com esta aceleração nitidamente observada, temos procurado replicar toda a nossa expertise também para o interior do Amazonas, como forma de inclusão em prol de uma educação verdadeiramente democrática.

Infelizmente, sabemos que a realidade do Brasil, e enfatizamos aqui o nosso estado, está muito aquém no ranking geral de educação mundial, pois encontramos apenas cinco universidades brasileiras mencionadas, com destaque para a Universidade de São Paulo (USP) neste cenário. 

Ainda temos uma longa caminhada para chegar a um modelo ideal de EAD que seja 100% eficiente, mas confiamos que muitas instituições de educação superior também estejam por aí buscando este caráter inovador. E, neste momento, por oportuno, temos que parabenizar os colaboradores da Fametro, que executam todo trabalho de tecnologia, bem como os nossos professores que não mediram esforços para se adaptarem, mantendo uma consciência de educação de qualidade em prol dos nossos alunos. Isso é unânime.

Alguns autores afirmam que o modelo educacional foi estagnado nos últimos 40 anos, mesmo com todas as pesquisas que são (foram) realizadas, porém, como estamos observando, este cenário está sendo constantemente redesenhado, e o setor da educação avança bastante sob a égide da tecnologia no universo on-line.


Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.