Sábado, 04 de Abril de 2020

Ervas medicinais e Carnaval: banhos e chás para te ajudar nos dias de folia

Conheça plantas que têm o podem de ajudar a revigorar o corpo e a mente para quem vai curtir dias agitados de festa ou para quem quer ficar quietinho em casa, descansando.


21/02/2020 às 16:22

Ah, Marilua, mas até no Carnaval você quer dar dicas de plantas? Sim (risos)! As ervas têm o podem de ajudar a revigorar o corpo e a mente para quem vai curtir dias agitados de folia ou para quem quer ficar quietinho em casa, descansando. Exagerou na quantidade de bebida alcoólica, na comilança? Ficou exausto? Se liga aqui nas dicas do blog Jardim da Marilua, pois trago boas notícias.

 

Banho energizante

Manjericão

Alecrim

Sálvia

Malva

3 paus de canela

Coloque 2 litros de água no fogo. Quando levantar fervura, desligue o fogo e acrescente um punhado de cada erva. Abafe por 5 a 10 minutos, deixe amornar e tome um banho do pescoço para baixo. Dê preferência às ervas frescas, mas pode usar as secas também, só precisa reduzir nas quantidades.

Agora você já deve imaginar que vou indicar a carqueja e o boldo (foto acima) para uma infusão tiro e queda para pós-folia, não é? Acertou em cheio! A carqueja, por exemplo, é uma planta nativa do Brasil, muito ornamental, com caule e expansões trialadas - fica linda em projetos de jardins naturalistas.

Ela é amplamente utilizada na medicina caseira, hábito herdado dos nossos indígenas. O chá da carqueja é recomendado para afecções estomacais, intestinais, hepáticas e até mesmo dores de cabeça causadas por mal-estar em algum órgão do sistema digestivo. É amarga sim, e muito eficiente também!

Aqui no sítio, eu cultivo carqueja (Baccharis trimera) e boldo brasileiro (Plectranthus barbatus), da folha graúda e peludinha.  E se você não tem essas plantas em casa, pode utilizar a erva seca para preparar a sua infusão mágica e curadora. A carqueja já me tirou de apuros quando comi pimentão e passei 4 dias com dor de cabeça.

 

Receita do chá de carqueja e boldo

Para 1 litro de água, utilize um bom punhado da erva fresca ou reduza a quantidade para a erva desidratada. Quando a água levantar fervura, desligue o fogo, coloque a carqueja e abafe por 5 a 10 minutos. Se sentir que é necessário, tome durante três dias. O fígado agradece.

Caso queira fazer um chá de boldo, siga a mesma receita. A infusão dessas plantas serve para aquele dia que comemos algo que não fez bem, quando o vinho deu dor de cabeça, quando exageramos na bebida alcoólica, ou surge aquele mal-estar repentino que a gente não sabe muito bem o que é, mas sente um desconforto abdominal, por isso, é importante ter sempre essas plantas por perto, no jardim ou na despensa.

Atenção: o boldo é abortivo.

 

Ah, e só mais uma dica. Antes de sair de casa para curtir o Carnaval, cuide do seu campo energético.  Faça uma oração para o anjo da guarda, tome um banho de ervas, e se precisar, recorra ao boldo e carqueja. Seja feliz!

Forte abraço!

Marilua


Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.