Quarta-feira, 26 de Fevereiro de 2020

Ensine valores para o seu filho desde cedo

Educar uma criança é uma tarefa que vai além dos bancos escolares. Está no dia-a-dia, no tempo que os pais se dedicam para ensiná-la a ter bons modos e a respeitar o próximo.


15/11/2016 às 18:41

FERNANDA TEIXEIRA

Existe uma fase ideal para ensinar valores a um filho? As lições são diárias e estão relacionadas ao modo de vida de cada família. A educação recebida nos primeiros anos de vida da criança pode ser determinante na formação do seu caráter no futuro.

Educar um filho é um trabalho de “formiguinha” e pode começar bem cedo. Use as situações comuns do dia-a-dia para estimular o discernimento dos valores que julgamos importantes. Aos poucos, a criança assimila a mensagem transmitida dos pais e passa a colocar em prática.

O blog listou alguns valores a serem repassados para os pequenos. Confira a seguir:

1) Dizer “obrigado”

Um dos primeiros valores a ser ensinado a uma criança é dizer “obrigado (a)”. Parece algo simples, mas é importante estimular a garotada a agradecer por um presente, um elogio ou mesmo um favor.

2) Falar “por favor”

Outro valor que considero importante é ensinar a falar “por favor”. Toda vez que minha caçula, de 1 ano e 11 meses, pede um copo d’água, ela diz: “Mãe, coloca água. Por favor”. Não tem nada mais fofo que ouvir um pedido desses. É atendido na certa.

3) Contar a “verdade”

Mentira tem perna curta. A frase é antiga e sempre atual. Quem nunca contou uma mentirinha para os pais? Todos nós, certamente. No entanto, isso não pode virar rotina. É preciso ficar atento para corrigir no exato momento que a verdade vem à tona.

A criança deve entender que o certo é falar a verdade e o errado, é mentir. Ela não deve mentir para os pais, sob qualquer hipótese. Se mentiu também não pode ter medo de assumir. Olhe nos olhos e peça a seu filho para que conte a verdade e não esconda nada de seus pais.

Na minha casa é assim. Procuro conversar sobre tudo com meu filho mais velho, que tem 5 anos. Uma das coisas que faço questão de deixar claro é que não aceito mentiras. E quando acho que ele está mentindo, questiono se de fato está. E a resposta vem: seja confirmando ou não minhas suspeitas.

Na minha opinião, os cuidados devem começar o quanto antes para que mais tarde não se tornem adultos mentirosos, dissimulados e capazes de enganar os outros.

4) Não se apropriar de pertences alheios

Se tem uma coisa que me incomoda é ficar com alguma coisa dos outros. Eu devolvo absolutamente tudo que me emprestam por alguma razão. Ensinamento dos meus pais, que agora transmito para meus filhos.

É comum crianças compartilharem brinquedos e na hora de ir embora sempre há uma que deseja levar o que não é seu. Nesse momento, os pais devem chegar com os pequenos e dizer: “Isto não é seu, é de fulano. Devolva”. Pode haver alguma resistência ou não. Pode ter chororô ou não. Só não podemos ceder às vontades da garotada.

Um dia, meu filho apareceu em casa com um brinquedinho novo. Achei estranho e o indaguei para saber de quem era. Na hora pensei que era de algum coleguinha de escola e que havia colocado escondido na mochila. Ele respondeu que ganhara do funcionário do meu marido que o levava para o colégio. Após confirmar sua versão, ressaltei: “Aqui em casa, não entra nada que não seja seu. Você tem seus brinquedos e não precisa nada dos outros, a não ser que ganhe de presente”.

5) Pedir a “bênção”

Não sei você, que está lendo esse texto, mas eu fui criada pedindo a bênção de avós, pais e tios. Até hoje faço isso. É algo natural e espontâneo. Quando saio da casa de minha mãe e, por alguma razão não o faço, sinto-me estranha.

Para mim, a bênção é um gesto de carinho e respeito transmitido pelos mais sábios aos pequenos, uma forma de dizer entre outras palavras: “eu o abençoo e Deus está sempre com você”.

Acho lindo ver crianças pedirem a bênção. Meus filhos já pedem. Matheus, às vezes, fica um pouco acanhado pela timidez, mas Letícia já pede para beijar a mão do tio, por exemplo, toda vez que o vê se preparando para sair.

 


Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.