Sexta-feira, 04 de Dezembro de 2020

Conheça o hotel de luxo da Floresta Amazônica que oferece piscina flutuante no Rio Juma

Todos os materiais utilizados na construção do Juma, abundantes na região, foram extraídos da própria floresta, no mesmo processo utilizado pelas populações ribeirinhas em suas casas.


21/09/2020 às 00:00

Já imaginou ficar hospedado em um hotel de luxo construído na copa das árvore da Floresta Amazonônica? Esse empreendimento fica a três horas de viagem de Manaus. O Juma Amazon Lodge possui 19 bangalôs construídos no meio da selva na altura da copa das árvores. O hotel ficou fechado de março a agosto deste ano e reabriu com 60% de sua capacidade com vários protocolos sanitários. O hotel foi construído há 20 anos em terra firme sobre palafitas para  evitar inundações. No período de cheia dos rios o nível da água pode subir até 15 metros.

Todos os materiais utilizados na construção do Juma, abundantes na região, foram extraídos da própria floresta, no mesmo processo utilizado pelas populações ribeirinhas em suas casas. O hotel tem seis bangalôs com vista para a floresta, 11 com vista para o Rio Juma, 1 especial para famílias e 1 panorâmico. O hotel é do mesmo grupo do Ópera,  localizado no Centro Histórico de Manaus. 

Em função da proximidade com a Linha do Equador, na latitude 3ºS, a temperatura no Juma Lodge é normalmente quente, com uma média anual ao redor de 27ºC. Mas não se preocupe! Na piscina flutuante do Juma você poderá se refrescar na água do rio. Ao redor da piscina é possível tomar sol e usufruir de um pequeno bar. 

Piscina no Rio Juma

Se você pretende viajar na estação cheia, a melhor época é entre março a agosto. Neste período os níveis das águas aumentam até 15 metros, fator ideal para se visitar os igapós, como são conhecidas as terras inundadas na Floresta Amazônica.

Na estação seca, de setembro a fevereiro, o nível dos rios atinge seu ponto mais baixo, diminuindo o espaço para os peixes e tornando a pesca mais fácil. Nesta época do ano é mais fácil apreciar os jacarés. O hotel oferece descontos para quem mora no Amazonas, mas por ser de luxo, as diárias custam mais de R$ 1 mil por pessoa.

Uma das formas de chegar ao hotel é por barco rápido. As embarcações partem do Porto do Ceasa em Manaus e vai até a Vila do Careiro. A Rico Linhas Aéreas oferece transporte em hidrovião. As decolagens de Manaus são do Porto Tropical em Manaus. O pouso é no Rio Juma, em frente ao hotel.

Combate ao coronavírus

Os hóspedes recebem no check-in um kit exclusivo com uma máscara facial de três camadas, segundo  especificações da OMS), além de luvas e um pequeno frasco de Álcool Gel 70º para as mãos. Os hóspedes estão sendo orientados a desinfectar na parte externa da bagagem com um produto bactericida.

A viagem de Manaus até o hotel dura cerca de três horas

 

Os bangalôs têm 15 metros de altura

Fotos cedidas pelo Juma Amazon Lodge 

 

Garanta aqui hospedagem no Juma Amazon Lodge 

 


Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.