Sábado, 24 de Julho de 2021
Operação Akuanduba

Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, é alvo da PF em operação que investiga exportação ilegal de madeira

Além dele, o presidente do Ibama, Eduardo Bim, também é um dos alvos da operação



ricardo-salles-madeira-3_83F46BE3-1D5C-419E-8EC2-C52851E3BA76.jpg Foto: Reprodução / Instagram
19/05/2021 às 07:39

Nesta quarta-feira (19), a Polícia Federal deflagrou a Operação Akuanduba, que investiga a exportação ilegal de madeira para os Estados Unidos e Europa e que tem como alvos principais o ministro do Meio ambiente, Ricardo Salles e o presidente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Eduardo Bim.

O ministro Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes foi quem autorizou a operação e também determinou a quebra dos sigilos bancário e fiscal de Salles, o afastamento preventivo de Bim do comando do Ibama e o de outros nove agentes públicos que ocupavam cargos e funções de confiança nos órgãos.

Na operação, Alexandre de Moraes determinou ainda a suspensão imediata da aplicação de um despacho emitido em fevereiro de 2020, que permitiu a exportação de produtos florestais sem a necessidade de emissão de autorizações de exportação.

"Estima-se que o referido despacho, elaborado a pedido de empresas que tiveram cargas não licenciadas apreendidas nos EUA e Europa, resultou na regularização de mais de 8 mil cargas de madeira exportadas ilegalmente entre os anos de 2019 e 2020", informou a PF.

Ao todo, 160 policiais federais cumprem 35 mandados no Distrito Federal, no Pará e em São Paulo, incluindo endereços residenciais do ministro Salles em São Paulo, no imóvel funcional em Brasília e no gabinete da pasta de Meio Ambiente no Pará.

*Com informações de agências



News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.