Sexta-feira, 30 de Julho de 2021
DEPOIMENTO

À PF, 'Capitã Cloroquina' deu versão diferente de Pazuello sobre falta de oxigênio

Mayra Pinheiro será ouvida pela CPI nesta terça-feira e pode ficar calada sobre fatos entre dezembro e janeiro; mas, em fevereiro, deu depoimento em que diz ter tomado conhecimento sobre falta de oxigênio em Manaus no dia 8



mayra1_3B166FDB-9349-4F95-A95E-08CB4F88DD4C.jpg
24/05/2021 às 18:41

Testemunha a ser ouvida na CPI da Pandemia nesta terça-feira (25), a secretária de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde do Ministério da Saúde, Mayra Pinheiro, afirmou, em depoimento à Polícia Federal no dia 9 de fevereiro, que soube no dia 8 de janeiro sobre o problema de abastecimento de oxigênio no Amazonas.

A declaração de Mayra, que vai depor com um habeas corpus que lhe autoriza a não responder perguntas da CPI da Covid sobre fatos entre dezembro e janeiro, contradiz o que afirmou o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello à própria CPI. Em seus depoimentos, Pazuello disse que soube problema somente no dia 10, e que o contato feito com ele no dia 7 daquele mês falava apenas sobre uma dificuldade de transporte de oxigênio para o Amazonas - e não do desabastecimento total do insumo. A versão de Pazuello foi rebatida pelo Governo do Amazonas. 

Conhecida como 'Capitã Cloroquina', Mayra deu uma versão diferente em depoimento que faz parte do inquérito aberto pelo Supremo Tribunal Federal (STF) a respeito da questão."Questionada  sobre a falta de oxigênio na cidade de Manaus-AM, explicou que soube pelo Ministro da Saúde que no dia 08, o Secretário de Saúde lhe solicitou o transporte de oxigênio para atender a cidade de Manaus-AM, tendo em vista que havia sido notificado no mesmo dia 8 pela White Martins acerca de um problema na rede para o fornecimento de oxigênio".

Neste contexto, a secretária não relata somente um episódio logístico pontual de transporte do insumo de Belém para Manaus, como citado por Pazuello, mas acrescenta a informação de que a própria empresa fornecedora de oxigênio hospitalar já havia  notificado sobre o problema de fornecimento para a rede de saúde.

Reportagem de A CRÍTICA informou, no dia 6, que a White Martins enfrentava problemas para  manter o fornecimento regular em Manaus. Na ocasião, a empresa já considerava que a cidade enfrentava uma "demanda sem precedentes mesmo em cenário de pandemia".

Versões

Outra declaração que reforça a questão é quando Mayra sustenta que "a partir do dia 8 até o dia 22 as principais preocupações e ações desenvolvidas pelo Ministério da Saúde foram no sentido de transferir pacientes que necessitavam de oxigênio e sanar a falta de oxigênio na cidade de Manaus-AM". Pelo depoimento dela, o trabalho para suprir a falta de oxigênio teria começado dois dias antes da data em que Pazuello afirma ter ficado sabendo do problema.

No período citado pela secretária - entre 8 e 22 de janeiro - o Ministério da Saúde não se dedicou somente à questão do oxigênio. No dia 11, em evento público, o então ministro Pazuello fez o lançamento da plataforma TrateCov, que tinha como foco a distribuição do ineficaz 'Kit Covid' para o suposto 'tratamento precoce'.  Neste evento, o assunto oxigênio foi ignorado. Em contrapartida, médicos de vários estados do País chegaram a Manaus trazendo cloroquina e ivermectina na bagagem.

O período entre 8 e 22 de janeiro - data em que o ministério considerou equalizada a situação do oxigênio no Amazonas - também muito maior que os "dois ou três dias" citados por Pazuello na CPI sobre o problema do abastecimento do insumo no Amazonas.

Mayra permaneceu em Manaus de 3 a 6 de janeiro e de 10 a 13 do mesmo mês. No depoimento, ela afirmou que somente no dia 17 falou com o secretário de Saúde do Amazonas, Marcellus Campelo, para saber quando houve a comunicação formal sobre o desabastecimento do oxigênio na cidade por parte da White Martins. Ele respondeu por mensagem de voz, que integra os autos do inquérito, afirmando que o problema foi formalizado, por e-mail, dia 8. "Eles chegaram comigo no dia 07 à noite, eu falei, cara... me formaliza iso agora, para começar a fazer um plano. Foi quando eu acionei o ministro Pazuello", afirmou o secretário, segundo transcrição feita no depoimento.



News whatsapp image 2019 06 22 at 17.28.20 a187bead 9f3c 42a6 86d0 61eb3f792e97
Jornalista de A CRÍTICA
Jornalista de A CRÍTICA

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.