Quarta-feira, 22 de Setembro de 2021
NOVAS DOSES

Amazonas deve receber mais 16,3 mil doses da vacina da Pfizer ainda hoje (10)

Novo lote está previsto para chegar às 23h30 em solo amazonense. As doses serão aplicadas apenas em Manaus e a operacionalização será feita pela Semsa



pfizer_9B687A03-1E69-4447-9586-E1990CD09C82.jpg Foto: Reprodução/Internet
10/05/2021 às 11:01

Mais um lote de vacinas contra Covid-19 da Pfizer/BioNTech chegam ao Amazonas ainda nesta segunda-feira (10). Ao todo, 16.380 doses estão previstas para chegar às 23h30 em solo amazonense. As doses são destinadas para a primeira aplicação em pessoas com comorbidades, gestantes e puérperas, e pessoas com deficiência permanente. Todos os estados e Distrito Federal recebem o imunizante de forma proporcional e igualitária. Confira aqui a divisão das doses por UF.

Na semana passada, a pasta recebeu ao todo 1 milhão de doses da Pfizer que foram enviadas a todos os estados e Distrito Federal quase 500 mil doses para primeira aplicação.



A distribuição das vacinas da fabricante são distribuídas após pedido de estados e municípios que solicitaram mais tempo para organizar o armazenamento do imunizante.

Conforme última declaração da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), a vacina Pfizer será disponibilizada apenas para Manaus e a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) será a responsável pela operacionalização da campanha no âmbito da capital. As vacinas serão armazenadas no freezer científico de ultra baixa temperatura, localizado na Fundação Hemoam.

“Por ter características específicas, principalmente em relação ao armazenamento, que a temperatura tem que ser mais baixa que as dos freezers convencionais que a gente usa nas câmaras refrigeradas dos municípios, essa vacina vai ser destinada à população aqui da capital. Ela precisa de um rigor maior em relação ao controle de temperatura e local de armazenamento”, explicou Cristiano  Fernandes, diretor-presidente da FVS-AM.

O último informe técnico da Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS), ressaltou que a vacina da Pfizer está sendo destinada para pessoas com comorbidades, gestantes e puérperas, e pessoas com deficiência permanente. A comprovação das comorbidades pode ser realizada com exames, receitas, relatório ou prescrição médica, entre outros.

No Centro de Distribuição do Ministério da Saúde, em Guarulhos, as doses estão armazenadas a uma temperatura de -90 graus Celsius (°C) a -60°C. Ao serem enviados aos estados, os imunizantes estarão expostos a temperatura de -20°C. Nas salas de vacinação, onde a refrigeração é de 2ºC a 8°C, as doses precisam ser aplicadas em até cinco dias.

News b9c859f0 b845 415e 97aa d9fe4eb65dc1 96581f6b 36a1 4a7c a5d9 8f8c56b0b256
Repórter de A Crítica
Amazonense, nascido e criado em Manaus. Graduado em Jornalismo e mestrando em Antropologia Social, ambos pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam).

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.