Quinta-feira, 04 de Março de 2021
CENÁRIO

Amazonas passa a ter a maior taxa de óbitos por Covid-19 do Brasil

Levantamento de cientistas da Fiocruz revela que o estado vive o momento mais dramático da pandemia. Estado do Rio de Janeiro, que liderava o índice de mortes por 100 mil habitantes, ocupa a segunda posição



show_141027286_10225073826377345_8612512951022022247_o_B4EB8507-020F-478F-A4AA-7F28EE869A7E.jpg Foto: Junio Matos
26/01/2021 às 17:54

O Amazonas passou a registrar o maior número de óbitos por Covid-19 a cada 100 mil habitantes. É o que aponta os dados do Monitora Covid-19, da Fiocruz. A plataforma utiliza dados oficiais para projetar cenários da pandemia no Brasil. Conforme o Monitora, o Amazonas segue líder no crescimento de óbitos desde o início de janeiro.

No estado são 171,87 óbitos a cada 100 mil habitantes. À título de comparação, o estado Rio de Janeiro registra 166 óbitos a cada 100 mil habitantes. Distrito Federal (147), Espírito Santo (140), Mato Grosso (139,5) e Roraima (130).

Ontem (25), uma nota técnica de pesquisadores da Fiocruz emitiu um alerta sobre a necessidade da ampliação de leitos de internação, e medidas de isolamento, principalmente, nas regiões Baixo Amazonas, que compreendem cerca de 13 municípios, como Nova Olinda do Norte e Apuí. Já as regionais de saúde do Entorno de

Conforme a nota técnica, municípios como Codajás, Juruá, Itacoatiara, Anori, Caapiranga, Coari, Boca do Acre, Tapauá, Carauari, Tonantins, Benjamin Constant, Presidente Figueiredo, Novo Aripuanã, Careiro e Beruri ocupam o ranking de mortes por Covid-19, tendo crescimento acelerado no fim de dezembro e início de janeiro. A alta foi de 344,5%, se comparado ao meses de setembro a novembro, aponta a Fundação. 

O Amazonas registra 7.232 de óbitos até esta segunda-feira. Dados da Fundação de Vigilância Em Saúde aponta que só no mês de janeiro, mais de 1.500 pessoas morreram pela doença.

O estado também registra a mais alta taxa de transmissão da Covid-19 do país. Conforme a Secretaria de Saúde do AM, a cada 100 pessoas infectadas, outras 130 poderão ser infectadas. 

Cientistas e autoridades de saúde reforçam a necessidade de isolamento social e medidas que impeçam o avanço do vírus como, lavar as mãos, uso de máscaras e alcool em gel.

 





 

Repórter

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.