Sexta-feira, 07 de Agosto de 2020
BALANÇO

Após mais de um mês, AM volta a registrar mais de 2 mil casos de Covid-19 em 24h

Boletim desta terça-feira (7) confirmou 2.740 novos casos, a maioria no interior do estado. Este é o maior índice diário de novos casos desde o dia 4 de junho



WhatsApp_Image_2020-05-03_at_14.53.01_A9132DF7-C23C-46DE-9500-4DA8A513986F.jpeg Foto: Euzivaldo Queiroz
07/07/2020 às 17:43

O Amazonas diagnosticou mais 2.740 casos de Covid-19 nesta terça-feira (7), sendo 40 casos confirmados por exame de biologia molecular RT-PCR, que detecta casos novos que estão entre o terceiro e o sexto dia de sintomas da doença, e 2.700 por testes rápidos, com data de sintomas entre oito e 60 dias.

Este é o maior índice diário de novos casos desde o dia 29 de maio. A última vez que o Amazonas havia passado a marca de 2 mil casos em 24 horas foi em 4 de junho. A maior parte dos casos foi registrada no interior, com 2.454 confirmações ante 285 na capital. É o maior número diário já registrado no interior desde o início da pandemia.



Dessa forma, são 79.167 casos confirmados do novo coronavírus no estado, segundo boletim epidemiológico consolidado pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM).

De acordo com o boletim, foram confirmados mais 14 óbitos pela doença, dos quais seis ocorridos nas últimas 24 horas e oito que tiveram confirmação diagnóstica na data de hoje, elevando para 2.952 o total de mortes. Na capital, de acordo com dados da Prefeitura de Manaus desta segunda-feira (6), foram registrados 29 sepultamentos, seis óbitos domiciliares e duas cremações.

Ao todo, 66.256 pessoas já passaram pelo período de quarentena (14 dias) e se recuperaram da doença. O boletim aponta ainda que 9.959 pessoas com diagnóstico de Covid-19 estão sendo acompanhadas, ou seja, são casos confirmados nos últimos 14 dias, que se encontram internados ou em isolamento domiciliar.

Entre os casos confirmados de Covid-19 no Amazonas, há 256 pacientes internados, sendo 183 em leitos clínicos (19 na rede privada e 164 na rede pública) e 73 em UTI (17 na rede privada e 56 na rede pública).

Há ainda outros 164 pacientes internados considerados suspeitos e que aguardam a confirmação do diagnóstico. Desses, 109 estão em leitos clínicos (19 na rede privada e 90 na rede pública) e 55 estão em UTI (21 na rede privada e 34 na rede pública).

Conforme os números consolidados pela Secretaria de Estado de Saúde (Susam), nesta segunda-feira (6), a taxa de ocupação de leitos de UTI Covid era de 50%, e a taxa de UTI não Covid era de 70%.

Dos 79.167 casos confirmados no Amazonas até esta terça-feira (7), 29.156 são de Manaus (36,83%) e 50.011 do interior do estado (63,17%).

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.