Domingo, 20 de Setembro de 2020
SETOR FÚNEBRE

Aumento de mortos pela Covid-19 causa maior investimento de funerárias no AM

Contratação de funcionários e aquisição de equipamentos como caixões e urnas estão entre as prioridades para manter a demanda do setor sob controle no estado



e6c25b9e-ce71-4523-b500-6f2bc4f8c521_238D1554-5E86-4E46-B609-E6CC049FEC95.jpg Foto: Euzivaldo Queiroz
17/04/2020 às 15:19

Com o aumento expressivo de óbitos por Covid-19 no Amazonas nas últimas semanas, empresas funerárias estão investindo em contratação de funcionários e aquisição de equipamentos e urnas para manter a demanda sob controle.

“Por enquanto, estamos conseguindo realizar os pedidos que são solicitados, mais tivemos que nos adequar, contratando e treinando funcionários para manejar os corpos de forma adequada, de acordo com as orientações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA)”, afirma Cláudio Procópio, diretor funerário da Pax União.



Ele admite que a hipótese de um colapso preocupa, mas a empresa está se antecipando ao problema com a aquisição de material prioritário (urnas funerárias e Equipamentos de Proteção Individual, por exemplo). Outro motivo de alerta é a aglomeração de famílias nos cartórios para a emissão da certidão de óbito, documento exigido para os trâmites do sepultamento.

“Os corpos ficam por horas nos hospitais, pois os familiares têm de se deslocar até o cartório para fazer este documento e, por conta da alta demanda e distância, há demora na transferência dos corpos para cemitérios”, avalia Procópio.

Segundo o proprietário das funerárias Viana, Manuel Viana, o registro de falecimentos na capital quase triplicou em razão da pandemia, associado a causas de morte por homicídios e problemas de saúde.  “Manaus tinha uma média de 30 óbitos por dia. Na última quarta e quinta-feira, sepultamos acima de 70 vítimas. Dobrou quase 200%”, avaliou. “Manaus está começando a ‘esquentar’. Esse índice era projetado para maio”.

Viana afirma que as empresas estão se organizando para realizar até 12 sepultamentos por dia. “Se cada uma atender esse número, isso resultaria em 200 óbitos”, diz o empresário. “Estamos contratando agentes funerários e contatamos fornecedoras que estão antecipando dois caminhões com urnas para Manaus”, diz o empresário, acrescentando que o serviço de SOS Funeral, oferecido pela Secretaria da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), responde pelo atendimento da metade dos óbitos da capital.

Órgãos como o Departamento de Cemitérios (Decem), vinculado à Secretaria Municipal de Limpeza Pública (Semulsp), também passaram por adequações, com a informatização do sistema de despacho dos documentos exigidos para a legalização dos sepultamentos. O objetivo é evitar aglomerações.         

O Sindicato das Empresas Funerárias do Amazonas disponibilizou três tendas no cemitério Nossa Senhora Aparecida, no Tarumã, Zona Oeste de Manaus, para organizar e agilizar os sepultamentos.


Tendas disponibilizadas pelo sindicato das funerárias no cemitério do Tarumã. Foto: Divulgação.

“Estamos em apoio diário às empresas e elaborando novas medidas para absorver essa demanda de pessoas infectadas. Até o momento, continuamos com estrutura e insumos suficientes para o atendimento à população de Manaus, sem risco de colapso”, garantiu o diretor da entidade, Fabrício Melo.

O sindicato criou um grupo virtual de auxílio ao setor junto com representantes da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), Departamento de Vigilância Sanitária (DVISA) e Secretaria Municipal de Limpeza Pública (Semulsp).

Melo afirmou que já dispõe de números consolidados sobre o aumento dos serviços funerários, porém o total de casos de morte por Covid-19 ainda precisa ser confirmado. “Esses resultados estão sendo divulgados às famílias com prazos diferentes”, complementou.

News d amorim 845c88c9 db97 48fa b585 f1c0cb967022
Repórter de Cidades
Formado em Comunicação Social/Jornalismo pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam). Além de A Crítica, já atuou em uma variedade de assessorias de imprensa e jornais, com ênfase na cobertura de Cidades e Cultura.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.