Quinta-feira, 04 de Junho de 2020
PREVENÇÃO

Bancada do AM realiza teste para coronavírus após contato com Davi Alcolumbre

Deputados federais e senadores que viajaram ou tiveram algum tipo de contato com o presidente do Senado também vão ficar em 'quarentena' domiciliar em suas residências no estado ou em Brasília. Alcolumbre testou positivo para a doença



656a04d7-6880-4a4d-8682-d47a2d716624_6CA7AF2B-0B80-409B-B3A5-2788F52A2A14.jpg Foto: Arquivo/AC
20/03/2020 às 14:32

A bancada de deputados federais e senadores do Amazonas, que viajou ou teve algum contato com o presidente do Senado Davi Alcolumbre (DEM-AM), na visita que fez a Manaus na última quinta-feira (12), já fez ou vai fazer testes do coronavírus. Os parlamentares também vão ficar em “quarentena” em suas residências no estado ou na capital federal.

Depois de o primeiro exame dar negativo, Davi Alcolumbre refez o exame e na quarta-feira (18) atestou positivo para Covid-19. Em nota, a Presidência do Senado informou que o presidente do Senado está bem sem sintomas severos, salvo alguma indisposição, e segue em isolamento domiciliar, conforme determina o protocolo de conduta do Ministério da Saúde e a OMS.



Davi Alcolumbre se reuniu em Manaus com o governador Wilson Lima, os membros da bancada no Congresso Nacional, secretários de estado, superintendente da Suframa e empresários do Polo Industrial de Manaus. Quase toda a bancada do Amazonas viajou de Brasília para Manaus no mesmo avião de Davi Alcolumbre.  As exceções foram os deputados federais Átila Lins (PP-AM), Bosco Saraiva (SD-AM), José Ricardo (PT-AM) e o senador Plínio Valério (PSDB-AM).

“Mesmo que eles não tenham feito parte da comitiva, todos esses parlamentares estiveram na visita à Moto Honda e na reunião com o presidente Davi e [governador] Wilson Lima”, lembrou o deputado Sidney Leite (PSD-AM). O parlamentar confirma que esteve no avião com o presidente do Senado, mas estava todo o tempo usando máscaras. Mas, vai realizar os exames recomendados pelo protocolo do Ministério da Saúde.

O deputado Átila Lins está de quarentena em casa, em Brasília, depois de ter participado dos eventos em Manaus com o presidente Alcolumbre. 

"Embora não tenha ido no jatinho com ele, incorporei-me na Honda e na reunião na sede do governo. Vou cumprir as determinações do Ministério da Saúde e vou fazer o teste nos próximos dias. Estou bem  e sem problemas”, informou o decano da bancada amazonense, que tem 68 anos.

Nas redes sociais, o deputado federal Marcelo Ramos (PL-AM) informou: “Amigos, como viajei na quinta passada com o senador Alcolumbre e ele testou positivo para coronavírus, estou em isolamento num quarto do meu apartamento esperando a FVS (Fundação de Vigilância em Saúde) para fazer o teste”.  

Marcelo disse que não apresentou sintomas da doença, mas tomou as medidas necessárias para não ser um agente transmissor. Em isolamento voluntário, em Brasília, o deputado Capitão Alberto Neto (Republicanos-AM) já fez o exame para Covid-19 e está sem sintomas.

O delegado Pablo Oliva (PSL) confirmou que já está isolado após contato com o presidente do Senado.

"Já estou em quarentena voluntária, por conta da visita do Senador Alcolumbre. Não tive maiores contatos com ele e não tenho nenhum sintoma, mas tenho que eliminar a possibilidade de contágio. Está agendado o exame para detecção de quadro definitivo".

 José Ricardo suspende agenda

Mesmo não tendo viajado no avião com Davi Alcolumbre para Manaus, o deputado José Ricardo (PT-AM) esteve tanto na visita à Moto Honda e nas reuniões, ficando próximo a pessoas que mantiveram contato com o presidente do Senado. 

Por precaução, ele e os assessores estão fazendo o teste para a Covid-19. O petista cancelou todas as agendas políticas e está em isolamento voluntário em sua residência em Manaus.

Senadores realizam exames em Manaus

Dos três senadores do Amazonas, o único que não viajou na comitiva nem fez contato com o presidente Davi Alcolumbre, em Manaus, foi o senador Plínio Valério, mas, por precaução, ele deverá fazer o teste para a Covid-19. 

O senador Omar Aziz (PSD-AM) fez ontem o exame e, segundo a assessoria dele, o resultado deu negativo. A contraprova deverá ser feita nos próximos dias. 

O senador Eduardo Braga (MD-AM) informou que fez o teste para o coronavírus na semana passada porque ele se encontrou com o colega senador Nelson Trad Filho (PSD-MS) que está em tratamento em um hospital de Brasília com a doença. 

“Devo fazer novo teste por conta dessa aproximação com presidente Alcolumbre, mas estou bem e sem nenhum sintoma da doença, graças a Deus”, disse Braga. 

Sessão remota pela primeira vez na história do Senado   

Para evitar proliferação do coronavírus,  os 81 senadores e os 513 deputados federais vão agora trabalhar à distância, longe do plenário. As votações também serão remotas e o primeiro projeto a ser testado nesse novo sistema foi PDL 88/2020 que reconhece o estado de calamidade pública no Brasil. 

Com a participação dos senadores Eduardo Braga, Omar Aziz e Plínio Valério, a votação à distância aconteceu na manhã desta sexta-feira e o projeto de decreto legislativo foi aprovado pela unanimidade dos senadores. A matéria também já havia sido aprovada pela Câmara dos Deputados, na quarta-feira (18), em sua última sessão plenária presencial.

News portal1 9cade99b 2e0a 4d24 a1bb 0c50379289b4
Repórter de A Crítica - Correspondente em Brasília

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.