Decisão

Bolsonaro diz que Ministério da Saúde deve derrubar uso obrigatório de máscara

Contrariando as orientações dos órgãos de saúde, o presidente disse que discutiu com o ministro Marcelo Queiroga a derrubada da obrigatoriedade do uso de máscara para pessoas vacinadas e aquelas que já contraíram o vírus da covid-19

Portal A Crítica
10/06/2021 às 22:06.
Atualizado em 09/03/2022 às 06:47

(Foto: Reprodução/Internet)

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse, nesta quinta-feira (10), que discutiu com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, a derrubada da obrigatoriedade do uso de máscara para pessoas vacinadas e aquelas que já contraíram o vírus da covid-19. A decisão contraria as orientações dos órgãos de saúde, que afirmam que os cuidados devem continuar até que certa porcentagem da população seja vacinada e não haja mais transmissão comunitária.

De acordo com o presidente, o ministro da Saúde deve ultimar um parecer desobrigando o uso de máscara por partes daqueles que já foram vacinados ou contaminados. A medida ignora os riscos de reinfecção, além do surgimento de novas variantes da covid-19. Vale ressaltar que, apesar das vacinas reduzirem casos graves da doença, hospitalizações e mortes, nenhuma vacina contra a covid tem 100% de eficácia.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), usar ou não máscaras não depende da imunização, mas do grau de circulação do vírus. De acordo com dados das secretarias estaduais de Saúde, apenas 23,3 milhões de pessoas foram vacinadas com a 2ª dose da vacina no Brasil, o equivalente a 11,06% da população brasileira.

Assuntos
Compartilhar
Sobre o Portal A Crítica
No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.
© Copyright 2022Portal A Crítica.Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por
Distribuído por