Sexta-feira, 30 de Outubro de 2020
LEVANTAMENTO

Brasil registra 1.352 novas mortes por Covid-19 e total atinge 109.888

No total, 14 Estados e o Distrito Federal já registraram pelo menos 100 mil casos da doença



CC6W23KMZVFY3D4OHE3MRDYEWY_95EE4BB5-90CB-40A4-ACE2-943DA53AD5EA.jpg Foto: Divulgação
18/08/2020 às 19:08

 O Brasil registrou nesta terça-feira 1.352 novos óbitos em decorrência da Covid-19, o que eleva o total de mortes pela doença no país a 109.888, de acordo com dados do Ministério da Saúde.

Segundo país mais afetado pelo coronavírus no mundo, atrás somente dos Estados Unidos, o Brasil também notificou 47.784 novos casos da doença, atingindo um total de 3.407.354 infecções confirmadas.



A contagem de óbitos desta terça é a mais elevada para um único dia desde 5 de agosto, quando o Brasil contabilizou 1.437 mortes. Por outro lado, o número de novos casos ficou abaixo do patamar de 50 mil infecções que vinha sendo verificado entre as terças e sextas-feiras.

O braço da Organização Mundial da Saúde (OMS) nas Américas destacou nesta terça que a região, impulsionada pelos números de Brasil e EUA, já registra quase 11,5 milhões de casos e mais de 400 mil óbitos por Covid-19 —o equivalente a 64% das mortes reportadas globalmente. [nL1N2FK1G8]

Estado mais afetado pela doença no Brasil, São Paulo atingiu as marcas de 711.530 casos e 27.315 mortes.

Na sequência da lista divulgada pelo ministério aparecem a Bahia, com 221.041 infecções e 4.542 mortes, e o Rio de Janeiro, com 199.480 infecções e 14.728 óbitos. O Ceará vem na sequência, com 199.258 casos e 8.196 óbitos.

No total, 14 Estados e o Distrito Federal já registraram pelo menos 100 mil casos da doença.

Ainda segundo o Ministério da Saúde, o Brasil possui 2.554.179 pacientes recuperados da doença, além de 772.540 pessoas em acompanhamento. A taxa de letalidade da Covid-19 no país é de 3,2%.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.