Quarta-feira, 03 de Junho de 2020
MEDIDA

Casas noturnas e bares de Manaus devem fechar por causa de coronavírus

Associação de Entretenimento do Amazonas anunciou a medida para atender recomendações da Organização Mundial da Saúde



evandro_jr_6541B91C-CEFC-4F0B-B4D5-D4143F246164.JPG O vice-presidente da Asseam, DJ Evandro Jr., se reuniu com o secretário de cultura do Estado e com o diretor-presidente da Manauscult para debater a medida. Foto: Divulgação
17/03/2020 às 19:57

A Associação de Entretenimento do Amazonas (Asseam) anunciou por meio de nota na noite desta terça-feira (17), o fechamento de casas noturnas e bares por tempo indeterminado como medida de preventiva diante das recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS).

“Mediante o possível surto, a única resposta possível é coletiva. Somos conscientes da nossa responsabilidade social e estamos dispostos a fechar nossos estabelecimentos preventivamente, até nova reunião e posicionamento do poder público”, diz trecho da nota.



A nota afirma ainda que as casas e bares geram mais de 20 mil empregos diretos e indiretos em Manaus, portanto, será necessária a atuação dos governantes para que ninguém seja prejudicado.

“Precisamos da atuação, coordenação e participação dos governantes, assim como a compreensão das dificuldades pelas quais passaremos, como a perda dos empregos gerados direta e indiretamente, que colocará em dificuldades mais de 20.000 famílias”, destaca outro trecho da nota.

Reunião

Pela manhã, uma comitiva da Asseam se reuniu com o diretor-presidente da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), Bernardo Monteiro de Paula, e com o secretário de Cultura do Estado, Marcos Apolo Muniz, para tratar de medidas a serem tomadas pelas casas noturnas com a chegada do novo coronavírus em Manaus.

Segundo o vice-presidente da Asseam, DJ Evandro Jr., o objetivo da reunião é buscar amparo para os trabalhadores noturnos. "Pensamos que o setor de entretenimento tem que parar, ao mesmo tempo sabemos que o segmento gera muitos empregos diretos e indiretos, e nós não podemos deixar essas pessoas desamparadas. Estamos recorrendo às autoridades que estão dispostas a nos ajudar", disse Evandro Jr.

O diretor-presidente da Manauscult Bernardo Monteiro e o secretário de Cultura do Estado se colocaram à disposição para ajudar a categoria no período da pandemia.

Vale destacar que a prefeitura de Manaus recomendou a suspensão de eventos que reúnam mais de 100 pessoas no mesmo ambiente.

Tudo sobre o Coronavírus



Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.