Sábado, 17 de Abril de 2021
DECLARAÇÃO

'Chega de frescura, de mimimi. Vão ficar chorando até quando?', diz Bolsonaro

Presidente Jair Bolsonaro voltou a atacar estados que decidiram adotar medidas de restrição para tentar conter a alta de hospitalizações por Covid-19



Jair-Bolsonaro-by-Anderson-Riedel-PR_5E266370-0D92-4EF1-83A8-F76A6B9E5DA1.jpg Foto: Iedel Martins/PR
04/03/2021 às 16:01

O presidente Jair Bolsonaro voltou a atacar estados que decidiram adotar medidas de restrição para tentar conter a alta de hospitalizações por Covid-19. Para Bolsonaro, o país precisa parar com '"frescura"  e "mimimi" e enfrentar os problemas. 

"Temos que enfrentar nossos problemas. Chega de frescura, de mimimi, vamos ficar chorando até quando? Respeitar obviamente os mais idosos, aqueles que tem doenças. Mas onde vai parar o Brasil se nós pararmos?", disse Bolsonaro em evento em Goiás.

Decisões que têm sido tomadas por governadores e prefeitos é alvo de críticas por Bolsoanro desde o início da pandemia. Presidente insiste que medidas de restrição causam mais prejuízo para a economia que soluções para diminuição de casos, ao contrário do que aponta dados científicos sobre as medidas de restrição no que se refere a pressão nos hospitais. 

Durante o pronunciamento, o presidente disse que Supremo Tribunal Federal castrou sua autoridade e que as políticas de restrição de circulação são uma forma "ignorante, burra e suicida" de combater o coronavírus.



Na quarta-feira (3), o país bateu mais um recorde diário, com 1910 mortes em um dia, chegando a 259.271, cerca de 10% de todas as mortes por Covid-19 ocorridas no mundo.

"Até quando vão ficar dentro e casa, até quando vai se fechar tudo? Ninguém aguenta mais isso. Lamentamos as mortes repito, mas temos que ter uma solução", afirmou. "Eu apelo aqui, já que me foi castrada a autoridade, para que governadores e prefeitos repensem a política do fechar tudo. O povo quer trabalhar."


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.