Quarta-feira, 25 de Novembro de 2020
OUTRA VÍTIMA

Cirque du Soleil avalia decretar falência após ser afetado por coronavírus

O Tradicional circo foi forçado a cancelar apresentações por conta da pandemia de coronavírus. Dívidas da companhia circense chegam a R$ 900 milhões de dólares



1280x720_cmsv2_110cde90-b9ad-5872-8cc2-179f71f4d313-4437076_493A586E-A450-42D9-ABF6-CF340BEEB359.jpg Foto: Divulgação
27/03/2020 às 09:17

O Cirque du Soleil Entertainment Group está avaliando opções para reestruturar dívidas, entre elas um potencial decreto de falência, depois de ter sido forçado a cancelar apresentações por conta da pandemia de coronavírus, disseram pessoas familiarizadas com o assunto. 

A famosa empresa circense baseada em Montreal, amplamente conhecida por suas apresentações em Las Vegas, teve de dispensar temporariamente a maior parte de sua equipe após o cancelamento de seus próximos shows devido à implantação de medidas de distanciamento social para prevenir a propagação do vírus.



O Cirque du Soleil está trabalhando com consultores de reestruturação para abordar uma crise de liquidez e suas dívidas de aproximadamente 900 milhões de dólares, disseram as fontes na quinta-feira. 

Credores também estão se consultando com conselheiros enquanto se preparam para negociar com a empresa, afirmaram as fontes.

O Cirque du Soleil ainda não decidiu como abordar suas finanças problemáticas, avisaram as fontes, que falaram em condição de anonimato para discutir deliberações ainda confidenciais. A empresa se recusou a comentar o assunto.

Tudo sobre o Coronavírus



Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.