Segunda-feira, 25 de Maio de 2020
OPERAÇÃO

Contra covid-19, fiscalização fecha serviços não essenciais da Zona Leste

Medidas restritivas estão sendo tomadas para evitar a circulação de pessoas e, consequentemente, a propagação da doença, conforme recomendação da OMS, afirma governador Wilson Lima



PHOTO-2020-04-06-11-32-14_9036AADB-A535-4DC3-A25E-F1847B748215.jpg Foto: Jair Araújo
06/04/2020 às 13:21

Na Zona Leste de Manaus, comerciantes de serviços não esseciais durante o período de quarentena, como salões de beleza, loja de jóias e ambulantes, foram alvos de uma operação de fiscalização de órgãos de segurança nesta segunda-feira (6).

Eles tiveram que fechar as portas dos estabelecimentos para cumprir o decreto nº 42.145, que determina restrições nos espaços não essenciais onde possam ocorrer aglomerações. As medidas restritivas estão sendo tomadas para evitar a circulação de pessoas e, consequentemente, a propagação da doença, conforme recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS).

"Infelizmente muitas pessoas têm ignorado a gravidade desse problema. Por isso a gente está tomando atitudes mais rígidas e mais drásticas. Hoje (sábado) estive reunido com meu pessoal da Segurança Pública e nós estamos colocando na rua toda a nossa Força de Segurança, Polícia Militar, Civil, Corpo de Bombeiros, Fundação de Vigilância em Saúde, Procon-AM, para multar quem desrespeitar o que estabelece o decreto, e punir também, seja levando para a delegacia, ou prisão. Enfim, medidas que preveem a legislação para que esse decreto seja efetivamente cumprido", disse o governador, durante a transmissão nas redes sociais no último sábado (4).

Com mais de meio milhão de moradores divididos em 11 bairros oficiais, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a Zona Leste possui um comércio em ebulição que substitui, muitas vezes, a necessidade de ir ao Centro,ou à beira do mercado grande (Manaus Moderna).

Leia mais >>> Amazonas registra 106 novos casos de coronavírus; estado possui 15 óbitos

São feiras, espaços comuns, barracas de ambulantes nas ruas, além dos comércios em frente de casa que moldam o cenário da 'resistência' contra a determinação sanitária. É na Zona Leste que estão alguns dos bairros mais populosos, como o São José Operário, Jorge Teixeira e Zumbi dos Palmares.

O comércio de serviços não essenciais ao longo da Avenida Autaz Mirim, entre os pontos de aglomeração que estava em pleno funcionamento na manhã de hoje durante a fiscalização da Polícia Militar e de técnicos da Fundação Vigilância e Saúde do Amazonas (FVS-AM), é composto de informais e autônomos. 

Na última sexta-feira (3), o governo federal anunciou que um aplicativo será disponibilizado para trabalhadores que foram afetados pelos efeitos econômicos da pandemia, e que dará acesso aos R$ 600 pagos mensalmente, durante três meses. 

O governador Wilson Lima anunciou, no sábado, que determinou a utilização do efetivo das forças de segurança do Estado, mais incisivamente, para multar e até prender quem descumprir o decreto de distanciamento social, que proíbe o funcionamento de estabelecimentos comerciais não essenciais durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19), como bares.

Leia mais >>> Clique aqui para saber mais sobre como receber o auxílio

A medida visa dar segurança econômica para que as pessoas que dependem do funcionamento do comércio informal não percam toda a renda.

Em Manaus, a Câmara dos Vereadores aprovou o auxílio de R$ 300 para ambulantes e catadores registrados na prefeitura. Trabalhadores devem começar a receber o valor ainda nesta semana. Ao menos 1 mil trabalhadores se enquadram nas especificações, de acordo com a Prefeitura.

Até o último boletim epidemiologico divulgado pela FVS-AM, o estado registra 379 casos em Manaus e 38 no interior, sendo: 16 em Manacapuru, três em Parintins, cinco em Itacoatiara, cinco em Santo Antônio do Içá, três em Tonantins e dois em Iranduba, além de 15 óbitos.

*Colaborou Paulo André Nunes



Repórter

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.