Invstigação

Covid-19: Ministério Público abre investigação sobre as mortes por falta de oxigênio no AM

Muitas pessoas já morreram nas unidades de saúde por falta de oxigênio

Portal A Crítica
17/01/2021 às 15:25.
Atualizado em 09/03/2022 às 10:25

(Fotos: Junio Matos)

O Ministério Público do Estado do Amazonas, por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado – GAECO, vai investigar a alta de mortes no Amazonas por Covid-19, principalmente em relação aos óbitos ocorridos por falta de oxigênio.

Diante do caráter emergencial dos fatos, a investigação busca coletar possíveis evidências de atuação criminosa organizada.

Em comunicado oficial, o MPE confirmou que as investigações não serão sigilosas, “para atender aos reclamos sociais de transparência e maior conhecimento acerca dos fatos, que dizem respeito à gestão pública da saúde e saída da caótica situação”.

Na última quinta-feira (14), teve início no Amazonas uma verdadeira crise causada por falta de oxigênio em muitas unidades de saúde. Ainda não há um número oficial, mas muitas mortes aconteceram devido à falta de oxigênio.

Manaus tem recebido diariamente várias cargas de cilindros carregados com oxigênio vindas de vários cantos do país. No entanto, a distribuição ainda não foi normalizada e a todo momento, profissionais de saúde denunciam a falta de oxigênio.

Assuntos
Compartilhar
Sobre o Portal A Crítica
No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.
© Copyright 2022Portal A Crítica.Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por
Distribuído por